TV Portal

SecrelNet debate Hub de Telecomunicações do Ceará


Os avanços proporcionados pelo Hub de Telecomunicações do Ceará para os setores público e privado serão debatidos durante o 11º Congresso RTI de Data centers e o 9º Congresso RTIde Provedores de Internet, eventos que ocorrerão simultaneamente em Fortaleza, no Centro de Eventos do Ceará, nos dias 10 e 11 de abril de 2019.
 Na programação, está o case de sucesso da SecrelNet, que inaugurou, no ano passado, o Data Center da Hostweb, empresa que integra o grupo. O equipamento recebeu o aporte de R$ 25 milhões e já conta com clientes de diferentes setores da economia.

Para falar sobre o pioneirismo da empresa e os avanços do setor de tecnologia no Ceará, o diretor do Grupo SecrelNet, Wladimir Soares, participará do painel “Fortaleza, hub de telecomunicações – os novos cabos submarinos e data centers que aportam na região”. O painel ocorrerá no dia 10 de abril, às 16h40, e também terá a presença do CEO da Angola Cables, António Nunes, e do diretor de operações da GlobeNet Brasil, Joselito Bergamaschine.
De acordo com o diretor do grupo SecrelNet, o data center da Hostweb tem capacidade para abrigar milhares de sistemas e bancos de dados, bem como organizar grandes quantidades de informação. Devido à sua relevância econômica, os investimentos no data center da Hostweb podem chegar a R$ 50 milhões até 2020. “Nossas operações concentradas nesse novo complexo em Fortaleza aumentam em até 20 vezes a nossa capacidade de absorver servidores. Na configuração atual podemos absorver cerca de 1.800 servidores. Com a expansão, esse número pode chegar a 11 mil”, destaca Wladimir Soares.
O número de empresas que busca o serviço de data center é crescente no Ceará, uma vez que ele proporciona segurança aos dados armazenados e também uma economia que pode chegar a 80% no custo de armazenamento desses dados. A tendência é que o setor de data center, que está em expansão no Estado, avance ainda mais nos próximos anos, impulsionado também por fatores como a localização geográfica do Ceará, que torna mais fácil a ligação com diferentes partes do mundo por meio de cabos de fibra ótica. Hoje, o Ceará já possui cabos de fibra ótica que ligam o Estado aos continentes africano e europeu, além de países importantes da América do Norte, como os Estados Unidos.
Dháfine Mazza
Jornalista