TV Portal

Reunião da Câmara Técnica entrega Plano Piloto da Seca e discute certificação

(Fotos: André Gurjão)
Em reunião realizada na manhã desta sexta-feira (5), no auditório da Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA), a Coordenadoria da Câmara Técnica do Conselho Estadual do Desenvolvimento Rural (CEDR), apresentou o Plano Piloto Agropecuário Municipal de Preparação e Resposta às Secas para membros do Comitê da Câmara Técnica e representantes dos municípios de Salitre, Campos Sales, Sobral, Irauçuba e Tauá.
Foi a 34ª Reunião do Plano Piloto Municipal de Preparação para as Secas e contou com a supervisão do coordenador da Câmara Técnica do CEDR Josias Farias Neto e a participação do presidente da Ematerce Antônio Amorim, representando o secretário da SDA De Assis Diniz, o prefeito do município de Tauá Fred Rego, os professores da Universidade Estadual do Vale do Acaraú Joaquim Celestino Júnior e Francisco Guedes e o professor Joaquim Torres da Unilab (Universidade da Integração Internacional da Lusofonia afro-brasileira).
Após apresentação musical da instrumentista Inês Mapurunga e Evaldo Bola, a programação da 34ª reunião contou com uma breve apresentação do presidente da Ematerce Antônio Amorim, destacando a importância do papel do comitê e sua atuação junto às gestões municipais para um maior planejamento em relação às secas. “Muitas vezes não entendemos todo o processo de dificuldade ou o potencial que vive nosso agricultor, e é preciso acompanhar essa realidade para aproveitar o melhor do seu trabalho, dá uma assistência adequada pra aquele contexto produtivo e aperfeiçoar seu desenvolvimento. Isso acontece muito com pequenas produções e o trabalho com o plano piloto é decisivo nessa compreensão e melhor direcionamento dos problemas”, explicou Amorim.
Na sequencia, Josias Farias apresentou as linhas gerais de atuação do Plano Piloto de Preparação para as Secas, como foi seu desenvolvimento nos cinco municípios e um pouco das metodologias de diagnóstico e planejamento para o estado.
 
Foram entregues os planos para os membros do comitê de cada município e a secretária de Agricultura do município de Campos Sales, Ivete Fortaleza, Maria Valquíria Oliveira de Salitre, a coordenadora de Agricultura do município de Sobral Luíza Lúcia da Silva Barreto, o secretário de Agricultura de Irauçuba Ivan Praciano e o prefeito de Tauá Fred Rego. Além do presidente Antônio Amorim e o coordenador da Câmara Josias Farias, fizeram a entrega dos planos o gerente Regional da Ematerce em Tauá Renato Carvalho.

Certificação

Também foram apresentados dados e as experiências da certificação agroecológica, inicialmente em quatro municípios do plano piloto, compreendendo Campos Sales, Salitre, Irauçuba e Piquet Carneiro. Os dados foram esclarecidos pela técnica e psicóloga da Geate (Gerência de Apoio Técnico) da Ematerce Fernanda Aquino e o engenheiro agrônomo Sidônio Fragosol, da Gerência de Programas e Projetos.
A certificação é um trabalho realizado em parceria com a Ematerce no âmbito da estratégia de apoio ao cooperativismo dos agricultores (as) familiares, tendo como instrumento o Plano de Aquisição Alimentar (PAA) da Codece (Coordenadoria de Comercialização, Cooperativa e Economia Solidária) da SDA.
Na oportunidade, os técnicos apresentaram dados sobre a certificação orgânica, os critérios para obter a certificação e as vantagens da habilitação do certificado como um melhor preço para programas governamentais. Neste caso, o produto orgânico certificado pode ser comercializado por um valor 30% a mais do que o produto não-orgânico.
Os representantes dos municípios ainda deram seu depoimento sobre as experiências de cooperativismo, certificação, criação e organização de Organização de Controle Social – OCS no Mapa (Ministério da Agricultura e Pecuária), vendas para o PAA Estadual e as estratégias para fortalecimento dos produtos agroecológicos e orgânicos no mercado.

Estratégia

O encontro foi finalizado com a apresentação de Eduardo Barbosa, coordenador da Codece, que apresentou um balanço de algumas ações do setor como o Observatório da Agricultura Familiar, projetos de energia renovável para a Agricultura Familiar e programas da SDA que podem servir de infraestrutura para o Cartão Mais Infância, programa do Governo do Ceará liderado pela primeira dama Onélia Santana.
O programa visa atender 50 mil famílias carentes em todo o estado, através de programas sociais e depósito mensal de R$85 a famílias com crianças de 0 a 11 meses de idade. Somente este ano, R$ 2,2 milhões foram pagos pela Secretaria da Proteção Social, Justiça, Mulheres e Direitos Humanos (SPS) a famílias em situação de extrema pobreza.
Fonte: Ematerce