TV Portal

Candidatos já podem conferir o resultado da lista de espera do Prouni 2019


Próximo passo é a entrega de documentação

Nesta segunda-feira (11), foi liberado o resultado da lista de espera do Programa Universidade para Todos (Prouni) 2019.1. 
Os candidatos que haviam manifestado interesse na lista, nos dias 7 e 8 do respectivo mês, devem consultar junto à universidade que selecionou no momento da inscrição se foi aprovado ou não.
Caso não compareça dentro do período determinado, o estudante corre risco de ser desclassificado da edição, que disponibilizou 243 mil bolsas de estudo para o ensino superior, com início no primeiro semestre. Foram 116.813 bolsas integrais e 127.075 parciais.
Quem for selecionado deve comparecer entre os dias 12 e 13 de março às respectivas instituições para qual foi pré-selecionado para apresentar a documentação que comprove as informações prestadas na ficha de inscrição. Ainda é possível pleitear a Bolsa Permanência, recurso financeiro oferecido a quem conseguiu uma bolsa integral do programa. 
Documentos exigidos
É importante conferir os tipos de documentos exigidos, entre eles:
1.       Documentos de identificação do candidato e dos membros do grupo familiar
2.       Comprovantes de residência
3.       Comprovantes de rendimentos
4.       Comprovante de separação, divórcio ou óbito dos pais
5.       Comprovante de pagamento de pensão alimentícia
6.       Comprovantes de ensino médio
7.       Comprovante de professor da educação básica, quando for o caso
8.       Comprovante de deficiência, quando for o caso
Bolsa de estudo
Caso não consiga ingressar na graduação através do Prouni, há outras alternativas de incentivo à educação. O Educa Mais Brasil é uma delas. O programa oferece bolsas de estudo em faculdades e diversas instituições de ensino privadas que atuam no território nacional. Para esse primeiro semestre do ano, são disponibilizadas mais de 400 mil bolsas para o ensino superior. O Educa Mais tem parceria com o Portal de Notícia CE. Para mais informações acesse o site do Educa Mais Brasil.
Fonte: Bárbara Maria - Agência Educa Mais Brasil