TV Portal

Uece abre nova turma de Medicina e dobra número de vagas por ano



A partir deste ano, a Universidade Estadual do Ceará (Uece) passa a ofertar outra turma para o curso de Medicina, dobrando o número de vagas anualmente. O anúncio foi feito pelo governador Camilo Santana nesta sexta-feira (22), após se reunir com representantes da Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior (Secitece) e órgãos vinculados (Urca, Uece, UVA e Funcap) para tratar sobre os principais projetos em andamento para 2019.
“A Uece dobrará este ano o número de vagas para o nosso curso de Medicina, que é considerado um dos melhores das universidades públicas do país. Com a inclusão de nova turma no vestibular de 2019.2, serão 80 vagas de Medicina oferecidas por ano. Nos últimos 16 anos a Uece já formou 423 médicos. Minha disposição é apostar, cada vez, em Ciência, Tecnologia e Inovação”, comunicou Camilo Santana.
Atualmente, são disponibilizadas 40 vagas, preenchidas em um único processo seletivo. De agora em diante, o segundo vestibular anual feito pela instituição vai passar a contar também com uma turma. Metade das vagas serão destinadas a alunos cotistas e egressos de escolas da rede pública. A Uece possui o curso de Medicina há 16 anos. Nesse período, já foram formadas 11 turmas. A carga horária é de 6.984 horas, das quais 1.800 são de internato. O prazo mínimo de duração do curso é de 12 semestres, podendo se estender, no máximo, para 18 semestres. Para se formar, o aluno precisa obter 388 créditos curriculares, com cada um correspondendo a 18 horas/aula.
A Uece credenciou os oito hospitais que o Estado tem em Fortaleza para estudo dos alunos. A ideia é que o estudante aprenda nas situações reais de assistência à população. Os hospitais recebem os alunos desde o terceiro ano de curso para atividades práticas das questões teóricas e disciplinas práticas quando a questão é assistência secundária e terciária. As unidades hospitalares também são utilizadas durante o internato, feito nos quinto e sexto anos.
Para o reitor da Universidade, Jackson Sampaio, o curso é um dos mais completos, colocando à disposição da sociedade ótimos profissionais. “Há um modelo muito original do curso de Medicina da Uece. Ele prepara você para ser um médico geral comunitário de família sem prejuízo para que você depois escolha qualquer formação especializada, qualquer residência. Você já sai com uma base que te garante uma inserção que imediata nas políticas públicas de saúde da família de atenção primária”, destacou.

Boa avaliação

O curso de Medicina da Uece é um dos melhores avaliados no Brasil. Segundo Jackson Sampaio, os constantes bons resultados no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) colocam a Universidade em destaque. “O nosso aluno tem que fazer uma prova no início e no fim do curso, e a nota dele no Enade está muito boa. As notas são de um a cinco e o nosso curso tem tirado sempre quatro ou cinco, mas na maioria das vezes tem sido cinco. Já chegamos em um certo momento de ficar com a nota geral de cursos que ficou em primeiro lugar no Ceará. Já chegamos a ficar entre as três melhores do Nordeste. Nós não estamos expandindo qualquer curso, estamos expandindo um excelente curso”, ressaltou o reitor.
O objetivo é formar o médico generalista com sólida fundamentação científica e técnica, dotado de comportamento ético, sentimento de afeição ao seu semelhante, capacidade analítica e poder criativo na aplicação dos conhecimentos e práticas adquiridos para a tomada de decisões na promoção, manutenção e habilitação da saúde individual e coletiva e na prevenção e tratamento dos transtornos e agravos da saúde; comprometido com as transformações da sociedade, apto a colaborar no processo de desenvolvimento sustentável do Estado de Ceará e do País e consciente do dever de atualizar permanentemente seus conhecimentos e habilidades.
Fonte : Governo do Estado do ceará