TV Portal

Norte - Operação da Polícia Civil em Sobral resulta nas prisões de três pessoas e nas apreensões de metralhadora e drogas


Uma ação integrada entre a Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco), a Delegacia Regional de Sobral e a Unidade Tático Operacional (UTO) da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE), ocorrida nessa segunda-feira (18), resultou na prisão de três pessoas, entre elas um homem foragido da Justiça do Ceará e do Piauí. As equipes policiais apreenderam uma metralhadora .40, um fuzil 762, duas pistolas 9 mm (todas de uso restrito), além de munições e drogas. 
As ações policiais aconteceram nos municípios de Caucaia e Sobral, localizados nas Áreas Integradas de Segurança 11 e 14 (AIS 11 e 14), respectivamente. Todo o trabalho policial foi apresentado, nesta terça-feira (19), no auditório do Complexo de Delegacias Especializadas (Code), em Fortaleza.

Com base em investigações do Núcleo de Homicídios e Proteção à Pessoa e do Núcleo de Combate ao Tráfico de Drogas da Delegacia Regional de Sobral, as equipes da Draco e da UTO conseguiram localizar e prender o alvo principal.
 O suspeito, que estava com dois mandados de prisão em aberto (Tianguá-CE e Cocal-PI), foi preso em um imóvel localizado no Icaraí, Caucaia. Dentro do carro do investigado, os policiais civis encontraram 13 kg de crack e pasta do óleo de fabricação do entorpecente. O material estava escondido no painel de um Mitsubishi Pajero, veículo utilizado pelo suspeito para fazer o transporte da droga. Conforme apurações da Draco, “Amazonas” se preparava para levar a mercadoria ilícita para Sobral, na madrugada de hoje.


Ainda durante vistoria no imóvel na Caucaia, os policiais apreenderam quase R$ 2 mil em espécie, dois pistolas 9 mm, nove munições de mesmo calibre, algumas trouxinhas de crack, uma quantidade de maconha e duas balanças. Junto com “Amazonas”, os agentes prenderam um segundo acusado, conhecido por “Neguim do Frango”, e uma mulher de 33 asnos, ambos com passagens pela Polícia cearense. 
Denúncias
As investigações sobre a atuação do trio na região de Sobral seguem em andamento e são conduzidas pela Delegacia Regional de Sobral, por meio do trabalho desenvolvido pelos núcleos de Homicídio e Drogas de Sobral. A Polícia Civil orienta a população a contribuir com as investigações acerca de atividades ilícitas praticadas na região. As denúncias podem ser feitas pelo número 181, o Disque Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), para o WhatsApp da Draco no 98969.0182, para o (88) 3677-4711, da Delegacia Regional de Sobral, ou ainda para o número (88) 99261-3471, que é o WhatsApp do Núcleo de Homicídios, por onde podem ser feitas denúncias via mensagem. O sigilo e o anonimato são garantidos.
Fonte SSPDS