TV Portal

Governo do Ceará renova convênio para jovens do Primeiro Passo auxiliarem na biometria dos eleitores


Os novos estagiários vão atuar como auxiliares da Justiça Eleitoral do Ceará nos próximos dois anos em cartórios eleitorais e postos de atendimento
A partir de março, cerca de mil jovens estagiários do Programa Primeiro Passo vão a auxiliar o Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE) no trabalho de cadastramento da biometria dos eleitores cearenses. O convênio renovando a parceria entre o Governo do Ceará e o Tribunal foi assinado na manhã desta segunda-feira (18), no Palácio da Abolição, pelo governador Camilo Santana, o desembargador Haroldo Correia de Oliveira Máximo, presidente do TRE-CE, e a secretária de Proteção Social, Justiça, Mulheres e Direitos Humanos, Socorro França. Acompanharam ainda a assinatura do termo de cooperação o presidente da Assembleia Legislativa, deputado José Sarto, e cinco jovens beneficiados pelo Programa.
“Desde o primeiro ano que sou governador a gente tem essa parceria com o TRE-CE. Ela une dois objetivos importantes. Um é fazer a biometria. Pelas informações que recebi, hoje o Ceará é um dos estados que tem maior percentual de cobertura. A outra é dar oportunidade a esses jovens. Espero que esses novos mil jovens possam cumprir a missão importante de ajudar o nosso Estado e o TRE-CE”, frisou o governador.
Os jovens que atuarão como auxiliares da Justiça Eleitoral do Ceará no ciclo 2019-2020 são estudantes de nível médio, com idade entre 16 e 21 anos. Os novos estagiários desenvolverão suas atividades nos cartórios eleitorais e postos de atendimento do TRE-CE. Nos últimos dois anos, 1.372 jovens trabalharam na captação das fotos e impressões digitais.
A meta da Justiça Eleitoral do Ceará é finalizar o recadastramento biométrico de todos os eleitores já para as Eleições 2020. Para isso, 55 municípios cearenses, incluindo Fortaleza, precisam completar o cadastramento. Para realizar a biometria, o eleitor precisa ir aos locais de atendimento portando documento oficial de identidade e comprovante de residência. O não comparecimento resultará no cancelamento do título.
O desembargador Haroldo Correia de Oliveira Máximo agradeceu a continuidade da parceria e ressaltou a importância dessa troca, que envolve não só os dois entes públicos, mas, também, os jovens. “Quero externar o nosso reconhecimento e a nossa gratidão pela presteza com que o Governo do Ceará atendeu a nossa solicitação. Esta é a quarta edição do Programa no TRE-CE, desta vez com a participação de mil jovens. A gente necessita do apoio e da colaboração desses jovens na coleta dos dados biométricos e para eles isso também é enriquecedor. Vou me empenhar para que os resultados sejam os melhores possíveis na formação de vocês”, concluiu.

Programa Primeiro Passo

O Primeiro Passo qualifica profissionalmente adolescentes e jovens oriundos da rede pública de ensino, oferecendo postos de trabalho em instituições públicas e privadas. O projeto divide sua linha de atuação em: Jovem Estagiário (16 a 21 anos), Aprendiz (16 e 22 anos), Bolsista (15 a 29 anos), Empreendedor Criativo (15 e 29 anos) e Transformando Vidas.
O governador Camilo Santana destacou o papel social de políticas públicas desse porte voltadas para a juventude. “Esse programa foi criado para dar oportunidade a vocês. É um programa de sucesso e por isso nós temos ampliado. O número de jovens quase que triplicou nos últimos quatro anos. É uma oportunidade que as pessoas têm de ganhar experiência de trabalho, abrir horizontes. Muitas vezes quando o programa termina eles já são contratados pela própria empresa, aqui mesmo no Palácio da Abolição temos exemplos, então depende muito do esforço de cada um”, destacou.
Em 2018, o Governo do Ceará disponibilizou 15.120 vagas pelo Programa para capacitação por todo o Estado. Deste total, 2.420 vagas foram para estagiário, 4.000 para aprendiz, 5.500 vagas para bolsista (+ 1.200 vagas para o Projeto Transformando Vidas), e 2.000 vagas para empreendedor criativo.
Para Socorro França, é nítido o engajamento dos jovens. “Essa ação busca fazer com que haja efetivamente uma oportunidade para que esses jovens possam se emponderar, estudar, saber que podem crescer, melhorar de vida, porque todos nós somos iguais, só depende de cada um. Tenho conversado com essa juventude e os olhos deles brilham. Eles sabem realmente a oportunidade que estão tendo”.
Antônio Helton Lima, de 18 anos, foi convidado para compor a equipe que será cedida ao TRE-CE. Cursando o segundo ano do Ensino Médio, ele está há 10 meses no programa. De acordo com o jovem, a oportunidade foi um divisor de águas em sua vida. “É um programa muito bom, que dá oportunidade aos jovens, principalmente para quem não tem experiência no mercado de trabalho. Essa é uma grande oportunidade que estou aproveitando para crescer na vida, assim como os demais que aqui estão”, disse.
Fhilipe Augusto - Repórter 
Carlos Gibaja - Fotos
Fonte Governo do Estado