TV Portal

interior - Fake News fazem comerciantes fecharem suas lojas com medo de atentados

O comércio fechou as portas com medo de atentados (foto: Karpegeane Vieira
Região Central: Durante esta segunda-feira(07), circulou em redes sociais que o crime organizado teria determinado toque de recolher, consequentemente o fechamento do comércio. O aviso seria destinado as cidades de Ibaretama, Ibicuitinga, Quixadá, Choró, Banabuiú, Quixeramobim, Senador Pompeu, Milhã, Solonópole, Piquet Carneiro e Pedra Branca.

A procedência do comunicado seria fake News, mesmo assim, os comerciantes de algumas cidades preferiram não deixar suas lojas abertas até as 18h. O suposto comunicado dizia que a parir das 17h todos teriam que fechar seus comércios.

Em Ibaretema, mesmo com a presença de viaturas do Comando Tático Rural – COTAR, Policiamento da Bahia e também do Destacamento da Polícia Militar todos os comerciantes fecharam. Eles dizem que os bandidos podem fazer represália quando não tiver o reforço. No Choró não foi diferente.

As ruas das cidades de Choró e Ibaretama ficaram completamente sem movimentos de pessoas após as 17h.

Sobre o assunto, o comandante do 9º Batalhão da Polícia Militar, Coronel Vidal, explicou que essa notícia de toque de recolher não procede e que todo o policiamento está nas ruas garantindo o direito de cada cidadão. Ele solicita que os comerciantes não fechem as suas lojas.

Ainda conforme Vidal, os policiais militares tiveram as férias sustadas e nesse momento estão nas ruas, inclusive os policiais do Batalhão do Raio que fazem o patrulhamento até determinada hora, estão agindo durante a madrugada.
- Revista Central