TV Portal

Hoje é celebrado o dia do profissional que eterniza momentos



Anualmente, no dia 8 de janeiro, é comemorado o Dia do Fotógrafo



Do hobby a profissão. Essa é a história de Elvis de Vasconcelos Freitas na fotografia. Hoje, ele trabalha há cinco anos nessa área, mas deu o primeiro passo para o mundo fotográfico ao comprar uma câmera bem simples e fazer os primeiros registros. Segundo ele, o incentivo de amigos e familiares foi de extrema importância para que não desistisse. “Tudo começou como um hobby, mas isso cresceu tanto em mim, que eu percebi que deveria fazer disso minha profissão”, contou.
Quando fala sobre o seu sentimento em relação à fotografia, o estudante expressa muito amor. Para ele, essa arte é uma forma de revelar a beleza. “Para muitos, a fotografia é terapia. Ela consegue elevar a autoestima das pessoas. Muitas vezes, já me senti emocionado ao ver o brilho nos olhos das pessoas que foram fotografadas e a emoção delas em ver o resultado das fotos que tirei. Fotografia é mágica”, define.
Elvis também decidiu que daria um novo passo e agora está cursando fotografia na Faculdade Cruzeiro do Sul EAD. Mas esse não é o único motivo que o estudante tem para comemorar. Hoje (08), é celebrado o Dia do Fotógrafo ou Dia Nacional da Fotografia. A data homenageia o profissional responsável por captar, em uma fração de segundo, momentos e eternizá-los.
O Dia do Fotógrafo está oficialmente registrado em muitos calendários como 8 de janeiro, porque foi nessa data que a primeira câmera fotográfica chegou ao Brasil, em 1840. No entanto, há algumas controvérsias sobre o dia exato, sendo que alguns calendários consideram a data de 7 ou 16 de janeiro.
Outra curiosidade é que a primeira câmera fotográfica se chamava Daguerreótipo, inventado por Louis Jacques Mandé Daguérre e apresentado ao mundo em 19 de agosto de 1839 na Academia de Ciências da França, em Paris. Por esse motivo, o Dia Mundial da Fotografia é comemorado nessa data.
Mesmo com tantas histórias, a profissão não é regulamentada no país. Entretanto, há tentativas de oficializar a atividade. Uma delas, é o projeto de Lei 5187/09, que prevê a classificação dos fotógrafos como diplomados nas escolas de nível superior brasileiras, assim como nas escolas estrangeiras. Nesse último caso, os diplomas devem ser reconhecidos e revalidados no Brasil conforme a legislação vigente.
De fato, existe um esforço para oficializar a profissão. E além do projeto de Lei, há cursos de nível superior em fotografia, cursos profissionalizantes e associações de fotógrafos profissionais, que representam a classe, mas não estão habilitadas para fiscalizar a profissão no país.
Caso seu interesse seja trabalhar nessa área, conte com a ajuda do Educa Mais Brasil. O programa oferta bolsas de estudo de até 70% para você ingressar no curso dos seus sonhos. Se interessou? Não perca tempo. Acesse o site do Educa Mais Brasil e confira todas as oportunidades disponíveis na sua região.

 Ascom Educa Mais Brasil