TV Portal

Eleições 2018 - Bolsonaro cresce e lidera isolado entre as mulheres, diz Datafolha


O candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro (PSL), durante campanha eleitoral no Mercadão de Madureira, no Rio de Janeiro (RJ) - 27/08/2018 (Mauro Pimentel/AFP)
Na primeira pesquisa do instituto Datafolha após os protestos do último final de semana, o candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, cresceu e agora lidera isolado entre as mulheres. Bolsonaro passou de 21% para 27% das intenções de voto no eleitorado feminino, enquanto Fernando Haddad (PT), o segundo colocado, oscilou negativamente, de 22% para 20%.
O resultado da pesquisa, contratada pela TV Globo e pelo jornal Folha de S.Paulo, foi divulgado entre a noite de terça-feira 2 e a madrugada desta quarta 3 e confirmou a tendência indicada no dia anterior em um outro levantamento, promovido pelo instituto Ibope. No sábado e no domingo, grupos foram às ruas protestar contra e a favor do candidato do PSL.
A manifestação contrária tinha como uma de suas principais pautas a crítica de que Bolsonaro é uma ameaça aos direitos das mulheres e às reivindicações do movimento feminista.
O índice ainda é distante do que os 38% que Bolsonaro registra entre os homens, mas é o maior registrado na série de pesquisas do instituto. Em compensação, o candidato que mais cresce no segmento é Ciro Gomes (PDT), que tem 12% entre as mulheres, três a mais do que entre o eleitorado masculino.
Outra boa notícia do Datafolha para a relação entre o presidenciável do PSL e as mulheres é a queda na taxa de rejeição do candidato, que passou de 52% para 49%. A de Haddad cresceu de 26% para 36%, dois pontos percentuais a mais do que entre os homens.

Cenário

No cenário geral, Bolsonaro cresceu quatro pontos, passando de 28% para 32% das intenções de voto e abrindo onze pontos de vantagem para Haddad, que oscilou de 22% para 21%. Ciro Gomes (PDT) se manteve em terceiro com 11%, seguido por Geraldo Alckmin (PSDB), com 9%, Marina Silva (Rede) com 4% e João Amoêdo (Novo) com 3%. Alvaro Dias (Podemos), Henrique Meirelles (MDB) e Cabo Daciolo (Patriota) registraram 2%.
Guilherme Boulos (PSOL), João Goulart Filho (PPL), José Maria Eymael (DC) e Vera Lúcia (PSTU) não pontuaram. Brancos, nulos e indecisos somam 13%. A pesquisa Datafolha ouviu 3.240 pessoas durante o dia nesta terça-feira, 2. A margem de erro é de 2 pontos porcentuais, para mais ou para menos. O levantamento foi registrado no TSE sob a identificação BR-03147/2018
Fonte:  Veja