TV Portal

Dicas para conseguir o 1º emprego

Esse é o momento mais esperado após a conclusão da graduação


       


A todo tempo inúmeros graduandos se formam e enfrentam o desafio de encontrar um mercado de trabalho cada vez mais concorrido.  Diante das poucas opções de emprego ofertadas é natural que os recém-formados fiquem inseguros nas entrevistas para conseguir a aprovação no tão sonhado trabalho de carteira assinada e na sua área de graduação.  

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o desemprego alcançou índice de 12,9% e atinge 13,4 milhões de trabalhadores, com alta de 5,7% em relação ao trimestre anterior. Na comparação com o mesmo período do ano passado, são 600 mil desempregados a menos, uma queda de 4,5%. As informações fazem parte da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios- Pnad.


Formada em Psicologia, Rebeca Sertão demorou sete meses para conseguir o primeiro emprego. “Quando não se tem uma indicação é muito difícil, pois a maioria das empresas exige, no mínimo, seis meses de experiência”, conta. A experiência extracurricular que Rebeca teve durante faculdade foi um estágio que sequer foi na sua área de atuação. “Isso tornou ainda mais difícil minha inserção no mercado de trabalho. Na minha área de especialização a única experiência que tive foi do estágio da própria faculdade”, pontua.
As dicas que a psicóloga Rebeca tem para os que estão na mesma situação que ela enfrentou é deixar o currículo atualizado e com muita clareza e objetividade, com todos os cursos listados. A estratégia serviu para chamar a atenção para os cursos já que não tinha experiência na área em que ela desejava atuar. Além disso ela buscou se especializar com a MBA - Master of Business Administration. E espalhou currículos, com amigos, familiares, conhecidos, site de oferta de emprego e todas as opções existentes. “Tudo isso é muito bom, só não vale ficar parado”, aconselha.

 

Como se preparar para o primeiro emprego

Para começar, é preciso organizar adequadamente o currículo e não esquecer de todas as informações necessárias. Se possuir um portfólio do seu trabalho, melhor ainda. Com o documento em mãos, é hora de distribuir e usar a sua agenda de Networking como fez a Rebeca. Vele também se cadastrar em sites específicos de vagas de trabalho, como a Catho Online.
Após esta fase, quando começar a chover contatos, é hora de começar a se preparar para as entrevistas. Uma dica importante: antes de ir ao encontro da vaga oferecida por aquela empresa, estude sobre a mesma, observe o comportamento das pessoas que trabalham lá. A internet e redes sociais podem ajudar bastante neste quesito. Além disso esteja sempre bem informado e atualizado. Nada de falar mal de ninguém. O conselho serve para trabalhos antigos, professores, faculdade e pessoas do seu convívio. É preciso fazer o seu marketing pessoal com dinamismo, competência e segurança.

 

Busque especializações

Ir além da graduação aumenta suas chances de colocação no mercado de trabalho. Participar de cursos, de uma pós-graduação é essencial para todo profissional. Mesmo que você não esteja empregado na área, faça um esforço para não parar os estudos e sempre tem um jeito. Quem está com o orçamento apertado, por exemplo, pode contar com programa de bolsas de estudo, como o Educa Mais Brasil. Existem muitos cursos de pós-graduação nesse site com descontos de até 70% nas mensalidades. Para ter acesso ao benefício acesse http://www.educamaisbrasil.com.br/portaldenoticiace