TV Portal

Ceará - Drª Mayra ex-candidata ao Senado denuncia ao MPCE ter sido exonerada por razões políticas


A médica pediátrica, neonatologista e ex-candidata ao Senado Federal, Mayra Isabel Correia Pinheiro, acompanhada do presidente do Sindicato dos Médicos do Ceará, Edmar Fernandes de Araújo Filho, e do advogado, João Henrique Dummar Antero, procurou a 26ª Promotoria de Justiça Cível de Defesa do Patrimônio Público para denunciar que foi exonerada de cargo que exercia no Hospital Geral de Fortaleza (HGF) no último dia 25. Segundo ela, o ato de exoneração teria ocorrido em represália a sua candidatura a senadora da República por outro partido que não o do atual governo.
De acordo com o Termo de Audiência, Mayra Pinheiro afirmou que, por há muito tempo, mesmo antes de decidir ser candidata já fazia denúncias de má administração do referido hospital, a qual ocasionariam, ainda, os chamados piscinões de pacientes em grande quantidade, atendidos no chão e ali deixados numa “total indignidade à vida do ser humano”. Ex-presidente do Sindicato dos Médicos, Mayra Pinheiro prestava serviço no hospital estadual por meio da Cooperativa dos Pediatras, quando foi informada de que deixaria os quadros do hospital.
A médica avalia que a motivação para o afastamento também teria sido denúncias feitas por ela sobre condições dos pacientes no hospital. O Termo de Audiência foi assinado pelo promotor de Justiça Ricardo de Lima Rocha, o qual determinou o encaminhamento do caso para análise das Promotorias de Justiça Eleitoral, Civil e Trabalhista.

Assessoria de Imprensa

Ministério Público do Estado do Ceará