TV Portal

Após motins, mulheres bloqueiam BR-116 em frente ao Complexo Penitenciário de Itaitinga

Cerca de 50 manifestantes bloquearam via e queimaram pneus — Foto: Leabem Monteiro



Um grupo de mulheres interditou a BR-116, km 17, na manhã desta terça-feira (16), em protesto contra as condições de tratamento dos internos no presídio José Sobreira Amorim, localizado em Itaitinga. Elas denunciam maus-tratos contra os presos.
De acordo com elas, os internos “apanham todo dia, não têm banho de sol e levam bala de borracha”. São cerca de 100 mulheres protestando no local.
G1 aguarda posicionamento da secretaria da Justiça sobre as reclamações das mulheres.
A unidade prisional José Sobreira Amorim foi inaugurada em novembro de 2017. O local tem capacidade para 600 presos e é considerado um modelo para o estado.
Motim
Na noite desta segunda-feira (15), um princípio de rebelião foi registrado no Centro de Execução Penal e Integração Social Vasco Damasceno Weyne, unidade prisional conhecida como CPPL V, também em Itaitinga.
O motim foi motivado pela suspensão das visitas de crianças a presos por crimes sexuais na unidade. Decisão tomada pela Secretaria de Justiça do Ceará (Sejus) após uma menina de 11 anos ser estuprada no presídio durante horário de visitas, no último sábado (13).

G1/CE