TV Portal

Ações desenvolvidas pela SSPDS serão apresentadas a ex-prefeito de Medellín nesta quarta-feira (24)

Foto: Queiroz Netto
Como parte da programação de visitas do ex-prefeito da cidade de Medellín (Colômbia), Aníbal Gavíria, ao Ceará, o secretário da Segurança Pública do Ceará, André Costa, apresenta, nesta quarta-feira (24), as ações desenvolvidas pela Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) no combate à criminalidade no Estado. A apresentação acontece dentro do Fórum Industrial Ideias em Debate, promovido pela Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec), às 9h30min, na sede da entidade. Aliando inteligência artificial ao trabalho policial, a SSPDS é referência no País no uso de novas tecnologias voltadas para a área de segurança. A reunião com o ex-prefeito colombiano terá participação da vice-governadora do Estado, Izolda Cela, e do superintendente do órgão vinculado à SSPDS, a Superintendência de Pesquisa e Estratégia de Segurança Pública (Supesp), Régis Façanha Dantas.
“Ano passado, estive em Medellín e pude aprender muito com o que eles fazem em relação à prevenção social e também no que tange à participação das academias na segurança pública. Esse aprendizado, que trouxemos para cá, tem nos aproximado bastante das nossas universidades daqui, em especial, na área de tecnologia, a exemplo da UFC. Então, amanhã iremos apresentar o nosso trabalho em tecnologia, que tem sido uma referência aqui no Brasil e certamente em toda a América Latina”, destaca o secretário André Costa.
Na tarde desta terça-feira (23), uma comitiva que veio acompanhando o ex-titular da prefeitura de Medellín conheceu alguns equipamentos que pertencem à Unidade Integrada de Segurança 1 (Uniseg 1), dentro do território do Pacto por um Ceará Pacífico, no bairro Vicente Pinzon. A visita foi acompanhada pela secretária executiva da Vice-governadoria e coordenadora do Ceará Pacífico nos territórios de Fortaleza, Carla da Escóssia, além de representantes da Polícia Militar do Ceará (PMCE) – o comandante geral da corporação, coronel Ronaldo Viana; o comandante do Policiamento da Capital, coronel Fernando Albano; o comandante da Uniseg 1, capitão Messias Mendes; entre outras autoridades.
“Ano passado, estive em Medellín e pude aprender muito com o que eles fazem em relação à prevenção social e também no que tange à participação das academias na segurança pública. Esse aprendizado, que trouxemos para cá, tem nos aproximado bastante das nossas universidades daqui, em especial, na área de tecnologia, a exemplo da UFC. Então, amanhã iremos apresentar o nosso trabalho em tecnologia, que tem sido uma referência aqui no Brasil e certamente em toda a América Latina”, destaca o secretário André Costa.
Visita anterior
Em agosto deste ano, representantes da Empresa para laSeguridad Urbana (ESU), da Prefeitura de Medellín, Colômbia, visitaram a sede da Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops) da SSPDS e puderam conferir a logística por trás do sistema de videomonitoramento, em funcionamento na Capital e no Interior. Os equipamentos de imagem auxiliam no trabalho desenvolvido pelos órgãos que atuam integrados dentro da estrutura da Coordenadoria. Hoje, a Ciops integra 12 órgãos de atendimento emergencial – a Polícia Militar do Ceará (PMCE), o Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Ceará (CBMCE), a Polícia Civil do Ceará (PCCE), a Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce), a Guarda Municipal de Fortaleza (GMF), a Defesa Civil de Fortaleza, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), o Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiro do Estado do Ceará (Sindiônibus), a Autarquia de Trânsito e Cidadania de Fortaleza (AMC), a Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor), o Serviço de Verificação de Óbitos (SVO) e o Departamento Estadual de Trânsito (Detran).
A comitiva colombiana foi apresentada às tecnologias desenvolvidas no Ceará para o combate ao crime, visando à redução dos índices criminais e proporcionando uma maior sensação de segurança para os cearenses. Um exemplo do emprego da tecnologia a serviço da segurança é o uso compartilhado do videomonitoramento e do Sistema Policial Indicativo de Abordagem (Spia), uma inteligência artificial que identifica, de forma automatizada, a presença de veículos roubados, furtados ou clonados. As ferramentas funcionam concomitantemente com o trabalho policial que é feito na Ciops, via monitoramento do veículo trafegando pelas vias da cidade, e o trabalho de rua, por meio de abordagens aos infratores.
Em menos de quatro anos, a quantidade de equipamentos de captação de imagens saltou para mais de 15 vezes do número inicial. Em 2014, havia apenas 164 câmeras próprias da SSPDS. Desde o início de 2018, o Governo do Estado investiu e implantou mais de 700 câmeras em 42 cidades do Interior do Estado, com população superior a 50 mil habitantes. Todos os equipamentos já estão operando e auxiliando o trabalho policial nas maiores cidades do Interior do Estado. Há previsão ainda de ampliar o número de municípios do Interior com sistema de videomonitoramento. Desta vez, incluindo cidades entre 30 e 50 mil habitantes. Todo o material captado pelas câmeras é integrado à Ciops.
Case cearense
O resultado das ações de inteligência e ostensividade permitiu que o índice de veículos roubados reduzisse 15,7% em 2018, saindo de 8.390 casos de janeiro a setembro de 2017 para 7.074 em igual período deste ano, no Estado. A queda também foi registrada nos casos de furto de veículos: menos 15,8%. No mesmo período, foram contabilizados 3.063 casos ante os 3.637 do ano passado. Já a taxa de veículos recuperados apresentou índice superior a 80%, no mesmo período analisado. Foram 10.137 carros roubados ou furtados entre janeiro e setembro deste ano. Desse total, 8.198 foram recuperados pelas forças de segurança.
Governo do Estado do Ceará