TV Portal

IDEB - No ensino médio Pedra Branca fica em 8º lugar no estado e no 242º no Brasil


Foto Reprodução Facebook

Escolas de Pedra Branca comemoram os bons resultados obtidos no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) 2017, divulgado ontem pelo Ministério da Educação (MEC), principalmente no ensino Médio, onde o município ficou entre os dez melhores do estado, com a média de 4.5 ficando na 8ª posição no ranking estadual.

Destaques para a Escola Profissionalizante Antonio Rodrigues de Oliveira com média de 5.5 . Já nas escolas regulares,  a maior nota  foi para a escola  Elza Gomes Martins que obteve 5.3  pontos e apresentou o maior crescimento.

No Ensino Fundamental destaque  para duas escolas ambas de tempo integral: Escolas Cícero Barbosa Maciel, com Ideb 9.6 e Maria Alves de Oliveira, com Ideb 9.5 superando a média nacional que é de 5.9.

O município de Pedra Branca ficou com a  média no ensino fundamental inicial em 7.3    no Final 5.0


Em tempo, via Jornal  O Povo

Dos dez municípios brasileiros com as melhores notas nas séries iniciais do ensino fundamental, seis são cearenses. A primeira posição é ocupada por Sobral, que obteve 9,1 na avaliação, quando a meta era 5,9. Em seguida, aparecem Deputado Irapuan Pinheiro (3º), Milhã (5º), Ararendá (6º), Catunda (7º) e Jijoca de Jericoacoara (8º).
Nas séries finais (6º ao 9º ano) do ensino fundamental, o Ceará se destaca, novamente, com índice superior a 85% das redes públicas dos seus municípios alcançando a meta proposta. Contudo, as notas caem se comparadas às das séries iniciais.
Das dez melhores avaliações do País nos anos finais da rede pública, O Ceará possui três delas. O primeiro lugar permanece com Sobral, com pontuação de 7,2. Em seguida, estão Jijoca de Jericoacoara (2º) e Milhã (7º), com notas 6,7 e 6,6, respectivamente.
Entre os motivos que sustentam o resultado de Sobral, o secretário da Educação do município, Herbert Lima, aponta a melhoria de estrutura física e um programa com ênfase na alfabetização.
Portal de Noticia CE com informações do Jornal O Povo