TV Portal

Eleição 2018: qual a formação dos candidatos à presidência?



A maioria dos presidenciáveis tem ensino superior


Daqui a um mês, mais de 147 milhões de eleitores brasileiros vão às urnas escolher seus representantes para os cargos de deputados federais, estaduais ou distritais, senadores, governadores e quem comandará a Presidência da República pelos próximos quatro anos.
Este ano, 13 nomes pretendem ocupar o Palácio da Alvorada, em Brasília. 
Envolvidos em polêmicas, Lula e Bolsonaro enfrentam problemas em suas candidaturas. O petista, preso desde o dia 7 de abril, foi enquadrado na Lei de Ficha Limpa e consta no site do Tribunal Eleitoral Superior como inapto.  O PT tem até 20 dias antes do pleito eleitoral para substituí-lo oficialmente. Por enquanto, a campanha é liderada pelo atual candidato a vice, Fernando Haddad. Já Bolsonaro denunciado pela Procuradoria-Geral da República (PGR) por crime aguarda julgamento do Supremo Tribunal Federal (STF). Nesta quinta-feira, o Tribunal Superior Eleitoral rejeitaram duas outras contestações, aprovando por unanimidade a candidatura do militar.
Na hora do voto, diversas questões são levadas em conta pelos brasileiros: trajetória política, experiência, gênero, idade... E a formação? Entre os possíveis representantes do Brasil a maioria possui ensino superior. Conheça um pouco da vida acadêmica de cada um deles.

Alvaro Dias
Candidato do Podemos, Alvaro Fernando Dias, tem 73 anos e nasceu na cidade de Quatá, em São Paulo. Alvaro possui licenciatura em História, formado pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras da Universidade Estadual de Londrina.

Cabo Daciolo
Benevenuto Daciolo Fonseca Dos Santos, mais conhecido como Cabo Daciolo, tem 42 anos e disputará a presidência pela primeira vez. Deputado federal pelo Rio de Janeiro, eleito nas eleições de 2014, Cabo Daciolo é pastor evangélico e bombeiro. Formado em Turismo, Daciolo não exerceu a profissão.

Ciro Gomes
Ciro Ferreira Gomes tem 60 anos e nasceu na cidade de Pindamonhangaba, em São Paulo, mas mudou-se ainda criança para o Ceará. Candidato do PDT, Ciro Gomes é formado em Direito pela Universidade Federal do Ceará (UFC). Em 1995, após deixar o Ministério da Fazenda, Ciro estudou como pesquisador-visitante na Escola de Direito de Harvard.

Eymael
Candidato pelo Democracia Cristã, José Maria Eymael tem 79 anos e cursou Filosofia e Direito na PUC – Rio Grande do Sul. Possui especialização em Direito Tributário e atua há 46 anos como empresário, nas áreas de Marketing, Comunicação e Informática. Eymael também é profissional de Relações Públicas.

Geraldo Alckimim
Geraldo José Rodrigues Alckmin Filho, representante do PSDB à presidência, tem 65 anos e nasceu no município de Pindamonhangaba, em São Paulo. Cursou Medicina na Faculdade de Medicina da Universidade de Taubaté e é pós-graduado em anestesiologia.

Guilherme Boulos
Com 36 anos, Guilherme Castro Boulos (PSOL) é o candidato mais novo a concorrer pela presidência. É formado em Filosofia na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH), da Universidade de São Paulo (USP). Escritor, ativista político e coordenador nacional do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), Boulos possui mestrado em psiquiatria na Faculdade de Medicina da USP.

Henrique Meirelles
Com 73, o candidato do MDB à presidência Henrique Meirelles nasceu em Anápolis, interior de Goiás. É formado em Engenharia Civil pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (UPS). Possui ainda MBA em Administração do Instituto de Pós-Graduação e Pesquisa da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Meirelles cursou Advanced Management Program (AMP), em Harvard.

Jair Bolsonaro
Jair Messias Bolsonaro nasceu na cidade de Campinas, em São Paulo, e tem 63 anos. Membro das Forças Armadas e deputado federal pelo Rio de Janeiro desde 1991, Bolsonaro é formado pela Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN). Cursou também Educação Física na Escola de Educação Física do Exército. Concorre à presidência pelo PSL.

João Amoêdo
João Dionisio Filgueira Barreto Amoêdo tem 55 anos e é candidato à presidência do Partido Novo. Sem experiência na vida política, Amoêdo construiu sua trajetória no setor privado, como banqueiro. Cursou simultaneamente Engenharia Civil, na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), e Administração de Empresas, na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio).

João Goulart Filho
Candidato do Partido Pátria Livre (PPL), João Goulart Filho é filho do ex-presidente João Goulart, tem 61 anos e nasceu no Rio de Janeiro. Formado em Filosofia na Pontifícia Universidade Católica (PUC), no Rio Grande do Sul. Goulart Filho é poeta e escritor.

Lula*
Luiz Inácio da Silva, o Lula, tem 72 anos e nasceu em Garanhuns, no Pernambuco. Lula possui formação técnica como torneiro mecânico no Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai). Embora presente na campanha comandada pelo seu vice, Fernando Haddad, a candidatura de Lula está classificada como indeferida com recurso no site do Tribunal Superior Eleitoral. Agora o PT tem até 20 dias antes do pleito eleitoral, no dia 7 de outubro, para substitui-lo oficialmente.
O vice candidato do partido à presidência, Fernando Haddad, é formado em Direito na Universidade de São Paulo (USP) e possui especialização em Direito Civil. Haddad é mestre em Economia e doutor em Filosofia, pela USP, onde foi professor de Teoria Política Contemporânea da universidade.

Marina Silva
Candidata à presidência pelo Partido Rede, Maria Osmarina Marina Silva Vaz de Lima tem 60 anos e nasceu em Rio Branco, a capital do Acre. Filha de seringueiro e dona de casa, Marina se alfabetizou aos 16 anos e, após dez anos, formou-se em História na Universidade Federal do Acre. Marina possui ainda duas pós-graduações: Teoria Psicanalítica, na Universidade de Brasília, e Psicopedagogia, na Universidade Católica de Brasília.

Vera Lúcia
Vera Lúcia Pereira da Silva Salgado tem 51 anos, nasceu em Inajá, no Pernambuco, e é a candidata do PSTU à presidência. Vera é formada em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Sergipe. Vera já trabalhou em uma fábrica de calçados, foi datilógrafa, garçonete e hoje é ativista sindical.

Roberto Paim – Ascom Educa Mais Brasil