TV Portal

Edson Cariús renova contrato com o Ferroviário até o fim da Série C de 2019,

Edson Cariús tem contrato com o Ferroviário até o fim da Série C de 2019, mas contrato prevê situações especiais em caso de propostas do exterior ou clubes da Série A. Foto: Ronaldo Oliveira/Ferroviário

É oficial. O atacante Edson Cariús renovou contrato com o Ferroviário. Como oEsportes O POVO antecipou, o vínculo do artilheiro com o time coral agora vai até o final da Série C do Brasileiro de 2019. Em entrevista ao programa Trem Bala, da rádio O POVO/CBN, o jogador deu detalhes sobre o novo contrato. 

Sem revelar quanto, Edson Cariús disse que houve um aumento de salário significativo, mas entende ser fruto de um reconhecimento pelo trabalho feito na temporada. O documento possui cláusulas específicas em caso de surgirem propostas do exterior e clubes das Séries A ou B do Brasileiro. O valor da multa rescisória foi fixado em R$ 1 milhão, escolhido pelo próprio atacante. 

A negociação para a renovação de Cariús foi rápida, sendo tratada diretamente com o presidente do clube, Walmir Araújo. O diretor de futebol Francisco Neto também participou da conversa. “São pessoas que no início da Série D me trouxeram para cá e têm a minha confiança”, disse o artilheiro coral. 

Ele já se apresentou oficialmente e a partir desta quarta-feira,15, começa a trabalhar com o restante do grupo, em preparação para a disputa da Taça Fares Lopes 2018. O adversário na estreia será o Ceará, em jogo marcado para o dia 25 de agosto, no PV. 
Reforços

Dois jogadores fecharam contrato com o Ferroviário para o restante da temporada. São os meias Toni Galego e Diogo Peixoto. O primeiro disputava a Série C do Brasileiro pela Juazeirense-BA, que acabou rebaixada, e o outro vestiu a camisa do Uberlândia na Série D, tendo ido com o time mineiro até as oitavas-de-final. 

Toni Galego é meia de criação, tem 31 anos, 1.84m e passagens por Moto Club-MA, onde trabalhou com o técnico Marcelo Vilar, e Jacobina-BA. Já Diogo Peixoto é meia ofensivo, tem 30 anos e 1.70m. Ele já passou pelo futebol cearense, tendo atuado pelo Uniclinic em 2016, quando Jurandir Junior, atual executivo de futebol do Tubarão, trabalhava na Águia da Precabura.  

Conteúdo O Povo