TV Portal

Cinco municípios assinam termo de cooperação para criação de células de mediação escolar.

Vice-Governadora assina termo de cooperação para criação de células de mediação escolar em mais cinco municípios



Na manhã desta sexta-feira (29), a vice-governadora Izolda Cela assinou o termo de cooperação para criação de células de mediação escolar com os municípios de Pindoretama, Piquet Carneiro, Pedra Branca, Mombaça e Madalena. O acordo foi selado na sede da Vice-Governadoria. Participaram do encontro, além dos prefeitos dos municípios, a promotora de Justiça, Elizabeth Maria Almeira de Oliveira e o secretário adjunto da Vice-Governadoria, Domenico Abbate.
“Com a assinatura desses termos a gente quer levar para as escolas a possibilidade de construir ambientes mais saudáveis e harmoniosos. Isso é muito importante para o trabalho e para a formação das crianças e dos jovens que estão nas escolas”, ressaltou a vice-governadora.
O termo de cooperação é uma parceria entre a Vice-Governadoria, Ministério Público Estadual, Secretaria da Educação do Ceará, a organização internacional We World e municípios do Ceará. A reunião deu continuidade ao II Encontro da Educação Emancipadora e Cultura de Paz, realizado na cidade de Novo Oriente, no dia 13 de junho. Na ocasião, a vice-governadora assinou o Termo de Cooperação para Implantação de Clélulas de Mediação Escolar em 19 municípios das regiões do Sertão de Crateús, Inhamuns, Canindé e Sertão Central.
Para o secretário da Educação do Ceará, Rogers Mendes, a escola tem um papel que vai além do aprendizado dos conteúdos ministrados em sala de aula. “Estamos consolidando um novo conceito de educação integral, que se preocupa não só com o desenvolvimento cognitivo, mas também com a formação do ser humano. E as relações entre os estudantes são passíveis de ajuda da mediação. Uma boa convivência é fundamental para o pleno aprendizado”.

Plataforma Marco Zero

Desde 2016, a Vice-Governadoria do Estado do Ceará e a We World firmaram um Termo de Cooperação Interinstitucional com o fim de contribuir para o desenvolvimento do projeto “Plataforma Marco Zero: a questão de gênero e da Educação Emancipadora para uma nova política pública da Educação do Ceará”. Este projeto visa contribuir para a qualificação do sistema educacional como política pública prioritária. “A gente tomou conhecimento que a Vice-Governadoria, juntamente com a Seduc e o MPCE, estava assinando contratos para formar células de mediação de conflitos em vários municípios. E decidimos expandir essa prática que, por sinal, está dando muito certo”. Comemorou a a presidente da WeWorld no Brasil, Mônica Bonadiman
Rodrigo Barros - Repórter 
Queiroz Netto - Fotos
Seduc