TV Portal

Sertão Central - Buracos continuam causando danos e acidentes na BR-122

Quase dois meses após o Diário do Nordeste expor a situação de risco no tráfego pela BR-122, no trecho entre o Triângulo de Chorozinho  e a cidade de Quixadá, o perigo para motoristas e motociclistas continua. Muitos  continuam tendo os pneus dos carros cortados na buraqueira que se agravou com as chuvas de abril. Apesar de a quadra invernosa ter encerrado, ainda existem muitas “crateras“, principalmente entre Ibaretama e Quixadá.
A menos de duas semana, na manhã  do dia 13, a Polícia registrou dois acidentes considerados graves, no trecho da rodovia federal que corta Ibaretama. Em um deles, um policial civil perdeu o controle do seu veículo após desviar de um buraco nas proximidades da localidade de Piranji. O motorista sofreu apenas escoriações, segundo ele, por milagre. Além dos buracos e da péssima sinalização, não há acostamento.
O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), responsável pelas BRsinformou que entre o km 5, em Chorozinho, e o km 158, já no município de Banabuiú, o serviço é inspecionado pela unidade de Russas. É mantido um contrato de conservação desde novembro de 2016. Dentre as obrigações estão tapa-buracoslimpeza de drenagens e roçada dos acostamentos. A empresa contratada vem realizado os trabalhos. Os buracos foram fechados.
Sobre o trecho entre a CE-060 e a BR-122, até Banabuiú, o DNIT justificou que um projeto de restauração está sendo elaborado. A obra tem início previsto para janeiro de 2019.  Entretanto, impacientes, e revoltados, moradores da cidade resolveram realizar um operação tapa-buraco. Preferem não aguardar promessas políticas, vez que, com as eleições de outubro, o quadro administrativo do País deverá mudar.
Fonte: Diário do sertão central

Ultimas Notícias