TV Portal

Quixadá - Aberta temporada verde de voo livre cross country.



foto: kido aranha
Os ventos de junho começaram a soprar com mais força no Sertão Central. A mudança climatológica abriu a temporada verde de voo livre cross country na região. Pilotos de parapente voltaram a decolar com mais frequência das rampas do Santuário de Nossa Senhora Rainha do Sertão, na Serra do Urucum, e do Pedra dos Ventos Resort, no distrito de Juatama, ambas em Quixadá, considerada a capital brasileira do voo livre. Para muitos estrangeiros é o Havaí dessa modalidade.
Esta semana o piloto Kido Aranha, de Quixadá, já conseguiu realizar um voo de 65 quilômetros. Segundo o poliatleta, a decolagem ocorreu na rampa do Santuário e o pouso no município de Madalena. Em quilômetros rodoviários a distância é quase o dobro, 104,6 km. Para ele, presidente interino da Associação de Voo Livre do Sertão Central (AVLSC) é uma demonstração de que há possibilidade de bons voos durante outras épocas do ano, e não apenas em outubro e novembro.
Quixadá, localizada a 160 km da capital cearense, sedia anualmente dois eventos internacionais para pilotos de parapente e de asa delta. Um deles é o Meeting XC Quixadá, com início em julho, e o XC Ceará, na temporada de outubro e novembro, quando os ventos são considerados ainda mais ideais para os voos de longa distancia, quando pilotos de todo o planeta buscam a quebra de recordes, mundial e pessoais
Fonte: diário do sertão

Ultimas Notícias