TV Portal

Apeoc Pedra Branca emite nota de repúdio contra os ataques ao presidente



NOTA DE REPUDIO E ESCLARECIMENTO.


Eu , Jose Girlan Melo Sousa, presidente da comissão municipal do sindicato APEOC de Pedra Branca venho através desta, repudiar e lamentar mais uma vez as palavras do prefeito municipal de Pedra Branca ANTONIO GÓIS, por usar o seu meio de comunicação PARTICULAR a rádio AM TRAPIÁ 1510 ...para me difamar e usar palavras de baixo escalão contra a minha pessoa, por defender o direito dos servidores públicos deste município, tais como: A ampliação temporária para professores concursados de 100 para 200 horas como manda a lei orgânica municipal em seu artigo 12 ,solicitar concurso público para efetivar os contratados recebendo o piso e décimo terceiro, como como manda a lei e A REGULARIZAÇÃO da situação de todos.

Gostaria de dizer a todos que o sindicato APEOC é uma entidade seria e que não se calara diante dos desmandos ou calunias de qual quer prefeito ou prefeita e a entidade tomara todas as medidas necessária para que qual quer calunia ou difamação contra seus representantes ou sócios sejam coibidas na forma da lei se assim for necessário. 
Informo ainda, que, todas as afirmações de compromissos feita com o prefeito e com o gerente do banco BRADESCO estão feitas com provas cabais, documentais e através de ofícios assinados e protocolados demonstrando a natureza e a seriedade de nosso trabalho.
Informamos ainda que a ampliação segundo o nosso levantamento para os concursados serão muito poucas em relação ao contingente. Temos aproximadamente 480 professores concursados e que muitos destes já tem 200 horas , muitos dos que tem 100 horas já estão ampliados, muitos tem vínculo com o estado, muitos, não querem por estarem perto de se aposentarem e que apenas um pequeno grupo seria ampliado temporariamente garantido assim o direito da lei, aproximadamente uns 80 professores .
Portanto concluímos que o prefeito só demitira os contratados se ELE quiser. Ampliar alguns servidores que tem o direito legal na lei da carga horaria, havendo várias escolas ampliadas com 200 horas por dia, faz-se a penas o cumprimento da lei.
Quanto aos contratados solicitamos concurso público para que os mesmos possam se efetivar e receber um salário digno com FÉRIAS , DECIMO TERCEIRO e todas as prerrogativas que a lei determina.
Agradeço as setentas de mensagens que recebi por meus amigos e colegas em forma de solidariedade e apoio por walt zap e face book contra as calunias e difamações proferidas contra a minha pessoa e a nossa entidade APEOC .
SOMOS TODOS APEOC.