TV Portal

Quarto dia - Caminhoneiros ampliaram os bloqueios nas rodovias federais do Ceará

Resultado de imagem para Caminhoneiros ampliaram os bloqueios nas rodovias federais do Ceará neste quarto dia de paralisação
Reprodução TV Verdes Mares



Motoristas de caminhão ampliaram os bloqueios nas rodovias federais do Ceará nesta quinta-feira (24), quarto dia seguido de protestos contra o aumento do preço do combustível. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), oito trechos estão fechados no estado, até as 9h01.
Na Região do Cariri, a greve dos caminhoneiros afetou o fornecimento de combustível para as aeronaves. De acordo com a Infraero, o Aeroporto de Juazeiro do Norte tem combustível suficiente para operar até esta sexta-feira (25).
Nesta manhã, a PRF confirmou bloqueios em sete cidades do Ceará:
·                   BR-116, km 18, Eusébio. Caminhões ocupam os dois senditos da via;
·                   BR-116, km 70, Chorozinho. 850 caminhões ocupam 7 km do acostamento;
·                   BR 116, Km 545, Penaforte. 200 caminhões ocupam ambos os sentidos da rodovia;
·                   BR 222, km 334, Tianguá. Cerca de 100 caminhoneiros fecharam a rodovia;
·                   BR 116, km 250, Alto Santo. Uma fila de caminhões se formou nos dois sentidos;
·                   BR 116, KM 168, Russas. Caminhoneiros fecham a via desde as 17h30 de quarta-feira (23);
·                   BR 116, km 215, Tabuleiro do Norte. Caminhoneiros fecharam um dos sentidos da via.
·                   BR 304, km 47, Aracati. Caminhoneiros fecharam os dois sentidos da via.
Em todos os bloqueios, os caminhoneiros autônomos impedem o fluxo de veículos de grande porte e de cargas, como caminhoneiros e carretas. Longos engarrafamentos se formaram nos trechos bloqueados, conforme a PRF.

Conteúdo G1/CE