TV Portal

Justiça concede à Ciopaer posse provisória de helicóptero apreendido em investigação


Por meio de uma decisão judicial da 1ª Vara da Comarca de Aquiraz, a aeronave de modelo EC – 130 da Airbus France, apreendida no andamento das investigações acerca das mortes de dois chefes criminosos paulistas, agora servirá à sociedade cearense por meio dos trabalhos desenvolvidos pela Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). Este é o segundo veículo aéreo que o Poder Judiciário autoriza a posse ao Governo do Ceará. Em 2016, o avião Cessna Aircraft, apreendido com drogas, também passou a integrar a frota da Ciopaer.
Graças à agilidade na decisão assinada no dia 27 de março, o helicóptero de prefixo PRB-YHB agora se junta às sete aeronaves já existentes na Coordenadoria. Conforme o tenente coronel Marcus Costa, relações públicas da Ciopaer, “o veículo já se encontra apto, nas condições que ele está hoje, para atuar em determinadas missões como o monitoramento ambiental e de recursos hídricos; transporte de pessoal, o resgate de pacientes e missões de reconhecimento de território. No entanto, para a utilização do veículo em ações policiais, ainda são necessárias algumas adaptações”, revelou.
Ainda de acordo com o tenente coronel, o Airbus EC – 130 também será empregado no serviço aeromédico de recém-nascidos, uma vez que essas ações não demandam modificações prévias na estrutura. “Esses transportes ocorrem em incubadoras, que possuem uma maior autonomia e não há a necessidade de adequar a aeronave para receber esses equipamentos”, ressaltou Costa. Outro ponto importante com a posse do Airbus é a semelhança entre os componentes do EC-130 e os presentes em outros dois helicópteros da Coordenadoria, como o AS-350 (conhecido popularmente como esquilo) e o modelo EC-135.
“Com isso, boa parte das manutenções poderá ser feita pelos profissionais da própria Ciopaer. Isso porque já temos o know-how e o conhecimento técnico para atender esses reparos. Vale ressaltar ainda que esta aeronave possue um custo-operacional mais baixo e se compara a outro modelo que nós tempos, como é o caso do AS-350”, salientou Marcos Costa.

A inclusão do EC – 130 na frota vem junto à aquisição, pelo Governo do Estado do Ceará, de mais duas aeronaves Airbus H135 Helionix. Originários da Alemanha e considerados de última geração, sendo os primeiros desse modelo na América Latina, um dos helicópteros deverá chegar ao Ceará até o fim deste mês de maio, e a segunda, com previsão para outubro ainda deste ano. Com essa compra, o Estado se firma em terceiro lugar, no país, com maior frota de aeronaves destinadas a Segurança Pública. Ficando atrás apenas de São Paulo e Minas Gerais.
“Com a chegada dos dois H135, nós passaremos a ter nove helicópteros e um avião. Frota, essa, que é a maior do Norte/Nordeste. Com isso, consolidamos a nossa posição como referência no país e a serviço da população cearense e de quem mais necessite dos nossos serviços”, finalizou.
Cessna Aircraft
No mês de setembro de 2016, a Coordenadoria iniciou as atividades de transporte de órgãos, utilizando do avião Cessna Aircraft, modelo 210M Centurion II. O novo uso para a aeronave, que foi apreendida pela Polícia Militar em abril de 2015, foi possível graças a uma decisão da Justiça Federal, que concedeu ao Governo do Ceará a posse provisória do avião monomotor.
Os transportes de órgãos e tecidos realizados no Estado pela Ciopaer são fruto da parceria com a Secretaria da Saúde do Estado do Ceará (Sesa), por meio da Central de Transplantes do Ceará. Além da SSPDS e da Sesa, a aeronave também é compartilhada para realizar ações da Secretaria do Meio Ambiente (Sema) e da Secretaria dos Recursos Hídricos (SRH), por meio da Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh). A aeronave faz o monitoramento ambiental (sobrevoando áreas de incêndios, coletando informações de vegetação e monitorando áreas de proteção ambiental) e o monitoramento de recursos hídricos (verificando volume de açudes e coibindo desvios de água em todo o Estado).

Fonte SSPDS