TV Portal

Greve dos caminhoneiros continua nesta sexta-feira, 25, na BR 020 em Tauá


A greve dos caminhoneiros continua nesta sexta-feira, 25, em Tauá. O bloqueio está acontecendo no KM 81 da BR 020, próximo ao Portal de entrada da cidade no sentido Picos-Fortaleza.
O protesto foi iniciado por volta das 16h de ontem(24), entrou pela noite e madrugada. "O movimento hoje está mais forte", disse um dos caminhoneiros.
Segundo os organizadores da manifestação, veículos e ambulâncias terão passagem liberada, no entanto, os ônibus, que até ontem(24), também podiam passar no bloqueio, serão retidos a partir de hoje.
Os caminhonheiros informaram que não tomaram conhecimento do acordo anunciado na noite desta quinta-feira, 24, pelo governo após encontro com representantes dos caminhoneiros.
A BR 020 está bloqueada com a utilização de pneus e toras de madeira.
Na manhã desta sexta-feira, 25, já existem muitos veículos no local do bloqueio
Clique Aqui e assista a reportagem feita na manhã de hoje(25).
Postos de Tauá garantem estoques durante o final de semana
Os postos de combustíveis dos municípios de Tauá, Arneiroz, Aiuaba e Parambu estão com estoques suficientes para atender a demanda do mercado por aproximadamente 3 a 4 dias. As informações foram repassadas na noite desta quinta-feira, 24, ao Blog do Wilrismar, pelos proprietários dos estabelecimentos.
Os empresários, Edmilson Bastos, Helder Castelo, Narcélio Meireles e Jeferson Massilon, ouvidos pela reportagem, informaram que possuem estoque suficiente para atender aos motoristas por um período de 3 a 4 dias. Segundo eles, não há necessidade de uma corrida aos postos temendo desabastecimento.
Nesta quinta-feira, 24, houve um aumento na venda de combustíveis por conta da greve dos caminhoneiros em todo o pais, mas porque enquanto a situação em Tauá é de tranquilidade.
Demais municípios
Edmilson Bastos informou que o Posto Ipiranga em Arneiroz também tem estoque para aproximadamente 3 a 4 dias.
Narcélio Meireles disse que o Posto Central em Aiuaba tem oferta de combustível para o final de semana.
O radialista Lenno Barbosa disse ao Blog que percorreu postos da cidade de Parambu e foi informado que os estoques podem durar entre 2 e 4 dias.
Os postos que já enviaram caminhões e carretas para trazerem combustíves estão retidos porque as entradas e saídas das distribuidoras em Fortaleza e Crato estão interditaas pelos caminhoneiros que protestam contra o aumento do preço do óleo diesel.

Conteúdo Blog do Wilrismar