TV Portal

Após mais uma derrota, Marcelo Chamusca deixa o comando do Ceará

Marcelo Chamusca, ex-técnico do Ceará (Foto: Ailton Cruz / Gazeta de Alagoas)
Marcelo Chamusca, ex-técnico do Ceará (Foto: Ailton Cruz / Gazeta de Alagoas)

Marcelo Chamusca não segurou a pressão após uma sequência ruim de resultados no Brasileirão e foi demitido do cargo de técnico do Ceará depois da nova derrota - agora para o Vitória, por 2 a 1. Com isso, o auxiliar-técnico Caé Cunha e o preparador físico Roger Gouveia, que são da equipe do treinador, também deixam o clube.
Chamusca encerra seu trabalho no Ceará com quase um ano no à frente do time. Ele chegou a Porangabuçu em junho de 2017, o que totaliza 11 meses no comando técnico alvinegro.
Neste tempo, Marcelo Chamusca fez 64 partidas à frente do Vovô, totalizando 34 vitórias, 17 empates e 13 derrotas, em um aproveitamento de 62%. O seu Ceará marcou 103 gols e sofreu 60.
Feito histórico
Em 2017, com a subida do Ceará para a Série A do Campeonato Brasileiro, Marcelo Chamusca se.tornou o primeiro técnico a ter conquistado acesso entre todas as divisões do futebol brasileiro: com o Salgueiro, subiu da Série D para a C; com o Guarani, passou da C para a B; e com o Vovô, saiu da B para a A.
Neste ano, foi campeão cearense com duas vitórias sobre o Fortaleza de Rogério Ceni, na final. E ainda encerrou a primeira fase da Copa do Nordeste com a melhor campanha entre todos os times do torneio. Na Copa do Brasil, levou o Ceará até a terceira fase.
No entanto, a despeito das boas campanhas dos campeonatos do início do ano, Chamusca não estava conaeguindo se sair bem com o Ceará no Brasileirão. Até então, foram três derrotas e três empates.
Após seis rodadas, o Ceará é o vice-lanterna do Brasileirão, com apenas três pontos ganhos.
A diretoria do Ceará trabalha agora para contratar um novo técnico o mais rápido possível e a expectativa é que o anúncio seja feito ainda nesta semana.
Globo Esporte CE