TV Portal

Na abertura dos trabalhos de 2018 da AL, o Sindicato APEOC cobrou do governador a recomposição diferenciada dos profissionais da Educação.




Na abertura dos trabalhos de 2018 da Assembleia Legislativa, o Sindicato APEOC marcou presença para cobrar do governador do Camilo Santana a recomposição diferenciada dos profissionais da Educação. 
A entidade reivindica a aplicação do mesmo percentual de aumento do Piso Nacional do Magistério na Carreira estadual, 6,81%, para efetivos (ativos e aposentados) e temporários.

A campanha local está conectada com a luta nacional por mais financiamento para a Educação. É por isso que o Sindicato APEOC defende: Piso cá e Novo Fundeb lá! A entidade destaca a importância de todos os atores sociais da Educação se envolverem nessa batalha para tornar o Fundeb permanente em lei e com maior complementação da União.
Além do governador, o presidente do Sindicato APEOC, Anizio Melo; o vice-presidente, Reginaldo Pinheiro; o secretário-geral, Helano Maia; o secretário executivo adjunto da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação, Juscelino Linhares; e demais diretores abordaram vários deputados e gestores do Governo do Estado para cobrar apoio às lutas dos profissionais da Educação.

Ampliação Definitiva de Carga Horária

Os dirigentes do Sindicato APEOC também conversaram com o chefe da Casa Civil do Estado, Nelson Martins, para reivindicar agilidade no envio da Mensagem do Governo à Assembleia sobre a ampliação definitiva de carga horária para os professores que ingressaram na rede estadual antes de 31 de dezembro de 2003.

Essa e outras reivindicações apresentados ao Governo oficialmente por meio de ofício fazem parte da Pauta de Lutas de 2018 e foram aprovadas durante os 36 encontros da Assembleia Geral da categoria, realizados pelo Sindicato APEOC em todas as regiões do estado.
APEOC

Ultimas Notícias