TV Portal

Governo do Ceará lança 31º Hora de Plantar e entrega toneladas de sementes a agricultores familiares

O agricutor Jurandir Nogueira, que é do município de Morada Nova, na região do Jaguaribe, não escondia a felicidade desde cedo, dançando e cantando em meio aos colegas. “Hoje o dia é só de alegria. Normalmente a gente sofre tanto com a falta de chuva, mas receber assim material para a gente cultivar, é de uma felicidade muito grande. O bom que essa animação vai para dentro de casa, para o campo, para as ruas. Estamos muito agradecidos”, disse.
Exercer o trabalho e garantir o próprio sustento, mesmo no período de estiagem, é o desejo de agricultores familiares de todo o Estado, que não esconderam os sorrisos na manhã desta quinta-feira (18) ao receber toneladas de sementes e mudas. O governador Camilo Santana lançou oficialmente, em Morada Nova, a 31ª edição do programa Hora de Plantar, com investimento de mais de R$ 17 milhões, beneficiando cerca de 150 mil trabalhadores em 182 municípios, ficando de fora apenas Fortaleza e Eusébio, que não dispõem de zona rural. Na ocasião, também foram assinados os termos de adesão do Garantia-Safra 2017-2018.
“Tenho um carinho muito grande por esse programa Hora de Plantar, que está completando quase 32 anos. Quem criou foi meu pai, Eudoro Santana. Tive a honra de, 22 anos depois, ser secretário do Desenvolvimento Agrário e dobramos o alcance do programa. Estamos investindo em torno de R$ 18 milhões não só em sementes, mas mudas frutíferas para gerar fonte de renda. Outro programa, o Garantia Safra, antes tínhamos apenas 120 vagas. Hoje, são cerca de 350 mil, é o estado com maior número de vagas do Brasil. Graças a políticas públicas importantes como essas, damos oportunidade para que as pessoas possam superar dificuldades no período de seca. Essas foram conquistas de vocês, homens e mulheres do campo, que lutaram por isso”, disse o governador do Ceará.
Nesta edição do Hora de Plantar, serão entregues 3.030 toneladas de sementes, 6,5 milhões de raquetes de palma forrageira, 400 mil mudas de cajueiro anão precoce, 170 mil mudas de essências florestais nativas, exóticas e nativas e 5 mil m3 de maniva de mandioca. Um dos destaques de 2018 é a distribuição de mudas frutíferas (acerola, cajá, umbu cajá, goiaba e manga). O investimento é do Fundo Estadual de Combate à Pobreza (Fecop).
As sementes já se encontram nos 11 armazéns regionais, para serem distribuídas aos escritórios locais da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Ceará (Ematerce). A entrega segue a probabilidade de chuvas e acontece em fevereiro na Ibiapaba, Sertão Central, Sertões de Canindé, Baixo Jaguaribe, Maciço de Baturité, Metropolitana e Norte. A distribuição foi concluída na semana passada na região do Cariri e, nesta semana, serão realizadas as entregas no Centro Sul e sertões dos Inhamuns/Crateús.
O secretário do Desenvolvimento Agrário, Dedé Teixeira, destacou algumas ações da Pasta para a convivência com a seca. “A SDA foi talvez um dos maiores benefícios criados pelo Governo do Ceará nos últimos 10 anos. Camilo foi o primeiro secretário e eu tenho a honra de estar dando continuidade a alguns projetos que ele mesmo criou. Só em janeiro entregamos mais de 16 mil títulos de terra. Estamos fazendo revolução em pequenos projetos produtivos. Estamos fortalecendo informações para a Funceme comprando antenas meteorológicas de alta tecnologia. Isso é visão de futuro! Quero parabenizar a todos vocês pelo programa Hora de Plantar”.
O agricultor Valdir da Silva veio de Russas para receber as sementes e mudas em Morada Nova. O tempo é visível na fisionomia, mas com o espírito renovado pela esperança. “Estou velho, cansado. É dura a vida de depender da chuva para viver e há muito tempo que não chove aqui. Mas hoje estamos recebendo o que precisamos, não de mão beijada, mas para a gente trabalhar. Isso é um reconhecimento do que a gente faz, mostra que o Governo do Ceará preza pelo futuro dos agricultores familiares”.
Estiveram também presentes na solenidade o secretário da Casa Civil, Nelson Martins; o secretário da Fazenda, Mauro Filho; o assessor especial para Assuntos Internacionais, Antônio Bahlmann; os deputados federais Odorico Monteiro, José Guimarães e José Airton Cirilo; o presidente da Assembleia do Ceará, Zezinho Albuquerque; os deputados estaduais Moisés Braz, Walter Cavalcante, Antônio Granja, Lucilvio Girão, Dra. Silvana, Osmar Baquit e Leonardo Pinheiro; o presidente da Fetraece, Raimundo Martins; o prefeito de Morada Nova, Wanderley Nogueira; entre outras autoridades.

Garantia-Safra

No evento, foram assinados os 180 termos de adesão do Garantia-Safra 2017-2018 com prefeitos de todo Estado. Nesta edição, o Ceará ofertou 350 mil vagas para agricultores familiares, estando 227.051 agricultores inscritos no programa do Governo Federal. O seguro dispõe de R$ 850 para cada agricultor selecionado que tiver comprovada perda de safra igual ou superior a 50%.
Ao final da solenidade, o governador Camilo Santana visitou a residência do agricultor Júlio Lagoa. Ao lado da esposa Ana e do filho Jardel, o agricultor conversou com o chefe do Executivo sobre os avanços e as dificuldades da produção rural da região.
Thiago Sampaio - Repórter 
Carlos Gibaja e Tiago Stille - Fotógrafos
Governo do Ceará