TV Portal

Ceará tem 21 cidades com água garantida só até o fim deste mês; Pedra Branca, Mombaça, Boa Viagem e Independência na lista



O Ceará tem 21 municípios com alto risco de sofrer colapso de água caso não chova. Nessas cidades, os reservatórios têm água garantida para abastecer a população até o fim deste mês, segundo a Secretaria de Recursos Hídricos. Outras 18 cidades têm água até o fim de fevereiro. (Confira no mapa abaixo a situação de cada cidade)
Situação das cidades do Ceará em relação ao abastecimento de água (Foto: Governo do Estado/Reprodução)As informações foram divulgadas nesta sexta-feira (5) pelo Grupo de Contingência, durante a primeira reunião do ano sobre o balanço da situação de abastecimento dos municípios cearenses.
O balanço também mostra que outros 31 municípios encontram-se em situação de "alerta", visto que só possuem garantia de água até o período entre março e abril, quando deverá ter início a quadra chuvosa deste ano.

As outras 105 cidades, somadas às nove abastecidas pelo sistema integrado da Região Metropolitana de Fortaleza, encontram-se sem risco de desabastecimento ou operando a partir de ações decididas pelo Grupo de Contingência.
A segurança hídrica dos municípios cearenses é atribuída aos esforços empreendidos pelo Governo do Ceará em ações emergenciais, como instalação de poços e chafarizes e a busca por fontes alternativas de abastecimento.
Conforme o Grupo de Contingência, soluções emergenciais foram adotadas como escavações de ‘poços de Jacó’ e o fornecimento de água tratada através de carros-pipa, construção de Adutoras de Montagem Rápida (AMR´s), além da utilização de ponteiras de rebaixamento de lençol freático com a finalidade de captar toda a água disponível para tratamento e distribuição.


Maior seca em 100 anos

O Ceará enfrenta seis anos de chuvas abaixo do esperado, consolidando a mais grave seca do estado nos últimos 100 anos, de acordo com o Governo do Estado do Ceará. Como consequência da estiagem, o açude Castanhão, o maior reservatório do país, chegou ao volume morte pela primeira vez desde que foi construído, em 2004.

Conteúdo G1/Ceará