TV Portal

Tauá: Assembleia encaminha propostas da categoria à Prefeitura

Os profissionais da Educação de Tauá, que estão em greve desde o último dia 14 de dezembro, aprovaram em Assembleia as principais propostas da categoria que serão reivindicadas ao prefeito, Carlos Windson. A reunião ocorreu nesta terça-feira (19), no auditório da Câmara Municipal. Os compromissos exigidos pelos professores são:
·         Pagamento do salário de novembro até o dia 29 de dezembro de 2017;
·         Pagamento do salário de dezembro dividido em duas parcelas, sendo a primeira até o dia 20 de janeiro de 2017 e a segunda até o dia 12 de fevereiro de 2017;
·         O salário do mês de janeiro de 2017 será pago regularmente dentro do prazo previsto;
·         Publicação do calendário fixo de pagamentos até o dia 28 de fevereiro;

·         Apresentação da proposta de reformulação do Plano de Cargos, Carreira e Remuneração até o dia 30 de abril.
A negociação entre categoria e Prefeitura Municipal de Tauá avançou depois de uma reunião entre a presidência do Sindicato APEOC com o prefeito Carlos Windson, na noite da última segunda-feira (18), em Fortaleza. No encontro, foram discutidas as principais propostas levantadas no movimento grevista.
A greve dos professores da rede municipal iniciou após o atraso no pagamento do salário de novembro. De acordo com a Comissão Municipal do Sindicato APEOC de Tauá, o dinheiro deveria ter sido depositado no dia 30/11, mas até hoje a Prefeitura não honrou o compromisso.

Propostas encaminhadas

Após a Assembleia, dirigentes do Sindicato APEOC protocolaram o documento com as reivindicações da categoria na Prefeitura Municipal de Tauá. O objetivo dos profissionais é que a greve seja suspensa após as propostas serem acatadas pelo gestor municipal. O Sindicato APEOC de Tauá continuará atento às negociações e não abrirá mão das exigências feita pelos professores.
Fonte :APEOC