Parambu: Sindicato APEOC tem audiência com secretária da Educação e discute pautas de interesse da categoria



Dirigentes do Sindicato APEOC participaram de uma audiência com a secretária de Educação do município de Parambu, Antônia Keyla Gomes. O encontro ocorreu na sede da Secretaria de Educação na última sexta-feira (17) e foram discutidas pautas de interesse da categoria como readequação do Plano de Cargos e Carreiras do Magistério; auxílio deslocamento; mesa de negociação; ampliação de carga horária e Educação inclusiva, entre outros.
Participaram da reunião o assessor político do Sindicato APEOC, Roque Melo; o presidente da Comissão Municipal de Tauá, Auci Oliveira; e a Comissão Municipal de Parambu, liderada pelo presidente, Diego Bernardo de Castro. O secretário do Governo, Wanderson Feitosa, também esteve presente.

Plano de Cargos e carreiras

Durante a reunião, o Sindicato APEOC cobrou a reformulação do Plano de Cargos e Carreiras do Magistério e apresentou propostas de mudanças para o documento. Segundo a secretária, o plano se encontra em processo de readequação. O Sindicato enviará mais sugestões para a reformulação.

Auxílio deslocamento

De acordo com a Comissão Municipal de Parambu, o benefício do auxílio deslocamento não é pago desde o começo do ano. A gestão afirmou que o recurso não se encontra mais no Plano de Cargos e Carreiras. O Sindicato APEOC compreende que o auxílio é um direito dos profissionais da Educação e serve para custear as despesas com deslocamento, principalmente para quem mora distante do local de trabalho, e cobra a inclusão da proposta no novo documento.

Mesa de negociação

Durante o encontro foi criada uma Mesa de Negociação Permanente entre a entidade e a Secretaria Municipal de Educação, que estabelece um canal direto com a gestão, para discutir pautas de interesse da categoria e cobrar o cumprimento das reivindicações dos profissionais da educação. Uma reunião foi marcada para o dia 30 de novembro, onde mais detalhes serão decididos.

Ampliação de Carga Horária

Segundo a secretária, um estudo está sendo realizado para definir a real carência das instituições de ensino de Parambu. De acordo com o resultado, profissionais que desejam ampliar sua carga horária de 20h para 40h/aula poderão entrar com o processo de ampliação.

Educação Inclusiva

O Sindicato APEOC cobra da Prefeitura uma maior oferta de cursos de educação inclusiva para professores lotados em salas de aula com alunos portadores de necessidades especiais. A secretária informou que o município está buscando parcerias para a realização das formações, e a reivindicação será incluída no Plano de Cargos e Carreiras.
O Sindicato APEOC continuará lutando para que todas as reivindicações da categoria sejam atendidas.
(Visitados 32 vezes, 3 visitas hoje)

Assessoria de Comunicação do do Sindicato APEOC

TV Portal