III edição Night Fashion leva o melhor da moda aos pedrabranquenses

Fotos Vando Carlos Foi realizado na noite deste sábado (18), o  Night Fashion  Pedra Branca, que este ano de 2017 chega a s...

Policiais militares do Ceará são medalhistas em competição de jiu-jitsu em Santa Catarina


Um sargento e um soldado da Polícia Militar do Estado do Ceará (PMCE) atravessaram o Brasil para representar a terra natal em uma competição de jiu-jitsu, no estado de Santa Catarina. Os cearenses e outras centenas de atletas participaram do Desafio Bope-SC de jiu-jitsu, promovido pelo Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) da PM catarinense. A competição foi realizada no último sábado (28) e levou os dois cearenses ao pódio. Os títulos de vice-campeão na faixa preta até 95 kg e terceiro lugar na faixa marrom até 85kg foram conquistados pelo Ceará respectivamente pelo sgt Napoleão Cavalcante e o sd Vital, ambos atuantes na Unidade Integrada de Segurança 2 (Uniseg 2) de Fortaleza. 

O Desafio Bope-SC de jiu-jitsu foi realizado em comemoração ao aniversário de 12 anos do Bope de Santa Catarina, sendo aberto a policiais e bombeiros militares de todo o Brasil. “Essa interação entre os militares da federação é muito interessante e enriquecedora”, avalia o sgt Napoleão, vice-campeão na faixa preta. O policial ingressou nos quadros da PMCE há 14 anos e atualmente atua no projeto Lutando pela Paz, com aulas gratuitas de judô, jiu-jitsu e karate para crianças e adolescentes de alguns bairros de Fortaleza. Napoleão e o sd Vital, que alcançou o terceiro lugar na faixa marrom da competição, são lotados na 1ª Companhia do 8º Batalhão da PM, na Uniseg 2.

O projeto Lutando pela Paz é oriundo do Arte Suave, que começou em junho de 2015, na comunidade do Campo do América, no Meirelles, do qual Napoleão é idealizador. Hoje, as aulas de artes marciais alcançam cerca de 250 crianças e adolescentes nas Unisegs I, II e III e na região do shopping Rio Mar Fortaleza, no 22º Batalhão. “É importante passar para as crianças uma referência como esportista, policial e cidadão”, detalha o sargento, ao explicar como suas vitórias também influenciam e motivam os pequenos atletas. Com títulos alcançados em competições no Piauí e em João Pessoa, o policial cearense é o primeiro no ranking de jiu-jitsu do Estado. Seguido dele, o segundo lugar também é ocupado por outro PM.

Participar de competições estaduais e nacionais não é privilégio só dos policiais. No primeiro ano do projeto, cerca de 90 inscrições de alunos (somente da unidade do Meirelles) foram feitas e resultaram em 73 medalhas para o Ceará. As aulas de artes marciais não se restringem à garotada. Os militares também recebem instruções no esporte, mas com outro foco. Enquanto os meninos e meninas recebem treinamento de maneira lúdica, o treino com os policiais é focado em técnicas de defesa pessoal. O sd Vital é um desses policiais, aluno do sargento Napoleão. “Nosso objetivo é expandir a iniciativa para outras cidades do Ceará e até para outros estados”, revela o oficial Napoleão, sobre os planos futuros. “Por isso a importância desse intercâmbio”, completa. 

Para participar do projeto Lutando pela Paz da PMCE em Fortaleza, basta ter entre 7 e 14 anos, se dirigir a uma das sedes da Unisegs I (Vicente Pinzon, Cais do Porto e Mucuripe), Uniseg II (Aldeota, Varjota, Meireles e Praia de Iracema) e Uniseg III (Conjunto Ceará I e II, Genibaú e Granja Portugal), acompanhado dos pais ou responsáveis e estar devidamente matriculado e frequente em uma escola. 



Fonte: SSPDS

TV Portal