Barro 2004 - 13 anos depois Itapemirim é condenada a pagar R$ 143,3 mil de indenização a filho que perdeu mãe em acidente

Ônibus sendo puxado por guincho.  Foto: Jarbas Oliveira/ Diário do Nordeste A 4ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça do...

Polícia Civil recupera parte de carga de tecidos avaliada em cerca de R$ 70 mil



A Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) recuperou parte de uma carga de tecidos avaliada em aproximadamente R$ 70 mil. 
O material havia sido roubado no mês de agosto e foi localizado, nesta terça (17), em uma ação desenvolvida pela Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos e Cargas (DRFVC). As diligências ocorreram no bairro Vila Manoel Sátiro – Área Integrada de Segurança 9 (AIS 9) de Fortaleza. Durante os trabalhos, os policiais capturaram um homem por ser o receptador da mercadoria subtraída.

No decorrer das investigações,  os policiais receberam informações sobre a localização do material – que estaria escondido em uma rua situada na Vila Manoel Sátiro. 
Então, equipes da DRFVC saíram em diligência visando apurar o caso. No endereço indicado, perceberam uma movimentação suspeita. “Nós conseguimos identificar a residência onde estava sendo armazenada essa carga e fizemos a abordagem do responsável pelo material”, detalha o delegado Diego Barreto, titular da DRFVC e responsável pelo caso. 

O suspeito abordado  responde a procedimento policial por causar perigo à vida ou à saúde. Ele foi preso em flagrante pela receptação da carga roubada e encaminhado à sede da delegacia especializada, onde foi autuado pelo crime. Para não levantar suspeitas sobre sua conduta, o infrator utilizava a residência de familiares como esconderijo para a mercadoria.

De acordo com o delegado Barreto, Carlos confessou que havia comprado a carga por um valor abaixo de mercado e sem nota fiscal – o que denota a natureza delituosa do produto. “Ele confessou que sabia da origem ilícita do material e que estava à procura de compradores”, continua o delegado, ao explicar o envolvimento do preso no esquema criminoso. “Agora, estamos em diligência com o objetivo de identificar quem vendeu essa carga para ele e quem são os responsáveis pelo roubo”, revela o titular da DRFVC.



Fonte: SSPDS

TV Portal