Barro 2004 - 13 anos depois Itapemirim é condenada a pagar R$ 143,3 mil de indenização a filho que perdeu mãe em acidente

Ônibus sendo puxado por guincho.  Foto: Jarbas Oliveira/ Diário do Nordeste A 4ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça do...

Movimento Outubro Rosa recebe homenagem da Assembleia Legislativa

Movimento Outubro Rosa recebe homenagem da Assembleia Legislativa
A Assembleia Legislativa homenageou o movimento Outubro Rosa na manhã desta terça-feira (24/10), no Plenário 13 de Maio, durante o segundo expediente da sessão plenária.
A deputada Fernanda Pessoa (PR), presidente da Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos das Mulheres da AL, ressaltou a importância da campanha e do diagnóstico precoce do câncer de mama na luta contra a doença.  
A parlamentar pediu que deputados destinassem parte da verba do Pacto de Cooperação Federativa (PCF) deste ano para unidades de tratamento de pessoas com câncer de mama e próstata. “Nos anos passados, muitos parlamentares colaboraram, e peço o mesmo neste ano, para que possamos disponibilizar mais exames de biópsias”, solicitou.
A deputada Augusta Brito (PCdoB), procuradora Especial da Mulher da AL, destacou o encontro realizado pela manhã com o médico oncologista Luiz Porto e servidoras da Casa. No encontro, ele trouxe esclarecimentos sobre a importância da mamografia para a detecção precoce do câncer de mama. "O Dr. Luiz Porto falou sobre os riscos da doença e como a mulher pode prevenir o câncer de mama", comentou.
Ela também explicou que muitas mulheres não fazem a prevenção por preconceito dos maridos, que não aceitam que elas sejam atendidas por homens. Segundo a parlamentar, não ter acesso à saúde também é uma forma de violência contra a mulher.
Para a deputada Aderlânia Noronha (SD), é importante que as mulheres busquem atendimento para prevenir a doença precocemente. “É muito importante a conscientização da prevenção. O diagnóstico precoce de um câncer aumenta consideravelmente a chance de cura”, ressaltou.
A deputada Mirian Sobreira (PDT) salientou a relevância da representação feminina na política. “É importante que mulheres votem e também que mulheres sejam eleitas para lutar por direitos e mais políticas públicas voltadas para a classe”, defendeu.  A parlamentar também afirmou que a Campanha Outubro Rosa deve ser colocada no Calendário Oficial do Estado e parabenizou todos os colaboradores do projeto.
Já o deputado Joaquim Noronha (PRP) chamou a atenção para o índice de mortalidade do câncer de mama. “A campanha é de tamanha importância porque alerta para que as mulheres possam fazer seus exames”, pontuou.
Em agradecimento à homenagem, a médica mastologista Cristiane de Carvalho Coutinho enalteceu a importância que a sociedade atualmente dá à Campanha Outubro Rosa. “É uma alegria muito grande, para pessoas como nós, que trabalhamos diariamente contra o câncer de mama, recebermos esta homenagem. Outubro é um mês de conscientização, de muito trabalho, é um mês extremamente feminino, é um mês da mulher”, disse.
Já a coordenadora do Movimento Outubro Rosa no Ceará, Valéria Mendonça, falou sobre o trabalho de instituições no apoio às mulheres com câncer. “São associações, empresas, cidades e pessoas que, com algum tipo de assistência, ajudaram essas mulheres nesse processo”, comentou.
Durante a solenidade, o Movimento Outubro Rosa fez a entrega do Selo Rosa aos deputados Agenor Ribeiro (PSDC), Fernanda Pessoa, Mirian Sobreira e Augusta Brito e ao presidente da Associação dos Servidores da Assembleia Legislativa (Assalce), Luiz Edson Correia, pela participação na luta contra o câncer de mama.    
Além disso, 34 pessoas foram homenageadas com placas, entre associações que realizam ações com mulheres com câncer, pacientes que já superaram a doença e profissionais de saúde, além de entidades e empresas que apoiam a causa.
Estiveram ainda presentes no evento os deputados Walter Cavalcante (PP), Elmano Freitas (PT), Sérgio Aguiar (PDT), Audic Mota (PMDB) e Agenor Ribeiro; o presidente da Assalce, Luis Edson Correia; a coordenadora do Movimento Outubro Rosa, Valéria Mendonça; a representante da Rede Mama, Cláudia Belém, e o presidente do Comitê Municipal de Controle do Câncer de Mama, Paulo Vasques.
GM/GS

TV Portal