MPCE deflagra operação Prisioneiras no Instituto Penal Feminino Auri Moura Costa




O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), por meio do Núcleo de Investigação Criminal (NUINC), Promotorias de Justiça de Execução Penal e Corregedoria de Presídios e do Programa de Apoio ao Sistema Prisional (Proasp), deflagrou a operação Prisioneiras no Instituto Penal Feminino Auri Moura Costa. Munidos de ordem judicial da Vara de Corregedorias de Presídios, os promotores de Justiça realizaram inspeção extraordinária de busca e apreensão de drogas ilícitas e celulares.

Todas as celas e alas do presídio foram revistadas durante a operação, sendo apreendidos diversos objetos ilícitos, tais como cossoco, balança de precisão usada para pesagem de drogas, documentos referentes à contabilidade do tráfico de drogas, troças de maconha e papelotes de cocaína. “Também foram encontrados o total de 114 celulares, chips, carregadores, baterias e pendrives”, destacou o promotor de Justiça Humberto Ibiapina, coordenador do NUINC.
A operação contou com o apoio da Polícia Militar do Estado do Ceará, a partir do BPChoque, Gate e Cotam, bem como da Secretaria da Justiça e Cidadania, por meio do GAP, NUSED e agentes penitenciários do IPF, e também da Polícia Civil do Estado do Ceará.

Assessoria de Imprensa

Ministério Público do Estado do Ceará 

( FOTO: Thiago Gaspar )

TV Portal