Após declarações do prefeito de Pedra Branca, APEOC divulga vídeo com nota de esclarecimento

A Comissão Municipal do Sindicato APEOC de Pedra Branca,   divulgou um vídeo com uma nota de esclarecimento, após   declarações do...

Estado do Ceará registra 136 ataques contra Correios

Imagem Reprodução Diário do Nordeste
136 crimes contra a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT), conhecida como Correios, foram registrados pela Polícia Federal (PF), no Ceará, em 2017, entre janeiro e o fim de agosto. Os dados de 2016 não foram repassados pela PF e nem pela empresa pública. Entre os crimes registrados neste ano, contra a Instituição, estão assaltos a funcionários em trabalho, a veículos transportadores de encomendas e a agências da Instituição, furtos, arrombamentos e explosões de prédios. Em uma das ações criminosas, um cliente foi morto por um tiro disparado por um assaltante.
O chefe da Delegacia de Repressão a Crimes Contra o Patrimônio e ao Tráfico de Armas (Delepat), da PF, delegado Francisco Martins, acredita que o grande número de ocorrências se deve à ascensão do e-commerce (comércio eletrônico, ou seja, as vendas e trocas que ocorrem a partir de dispositivos e plataformas eletrônicos), nos últimos anos, combinado com o aumento da violência geral, no País e no Estado, neste ano.
"Os Correios são uma empresa que está bem inserida na estrutura de comércio do País. A partir do desenvolvimento do e-commerce, os Correios passaram a ser integrante dessa cadeia importante. Eles transportam mercadorias, objetos de valores, como notebooks, celulares, e a partir disso passou a ter a cobiça (dos criminosos)", afirmou o delegado federal Francisco Martins.
Matéria Completa no Diário do Nordeste (aqui)

TV Portal