Após declarações do prefeito de Pedra Branca, APEOC divulga vídeo com nota de esclarecimento

A Comissão Municipal do Sindicato APEOC de Pedra Branca,   divulgou um vídeo com uma nota de esclarecimento, após   declarações do...

Com as agências bancárias acomodadas os clientes e os comerciantes sofrem em Pedra Branca


Longas esperas por dinheiro  em caixas expressos em Pedra Branca (Fotos: Vando Carlos)


A população do município de Pedra Branca continua a  sofrer com a falta do atendimento das agências bancárias no município.
Devido ataques de grupos criminosos, que destruíram as mesmas. A agência do banco do Brasil está fechada deste o mês de julho de 2016, quando foi destruída por criminosos que explodiram local durante um assalto. (Foto ao lado) Permanecendo fechada por mais de um ano, sem previsão de reabertura e correndo rusco de fechada definitivamente. 
Local onde funcionava a agência do Bradesco 

Assim também como a agência do bando do Bradesco, que foi atacada e completamente destruído em uma explosão na madrugada do dia 02 de março deste ano. Este por ser um banco privado, os pedrabranquenses esperavam que seria reconstruído mais rápido, porém já se passaram 06 meses e nada.
Aparentemente os bancos se acomodaram, a prefeitura cedeu dois prédios para as duas agências, onde estão atendendo o público com serviços burocráticos.

Com isto os usuários das agências tem buscados os caixas expressos das duas agencias espalhadas pelos comércios da cidade.
O problema é que estes caixas atende os  clientes apenas com dinheiro do comércio local, ou seja, nos dias de pagamento de funcionários e aposentados falta dinheiro, pois tem que esperar que valores sejam depositados, para depois serem sacados. 
Já quando passa estes dias, os clientes  tem dificuldade de realizar depósitos e pagamentos de contas, pois  os comerciantes onde estes caixas estão instalados, não ficam com dinheiro acumulado por correrem risco de assaltos. 

Toda esta problemática vem causando fortes danos  econômicos ao município. 
Com dificuldade de se obter valores, parte da população tem se dirigido as cidades vizinhas. Como por exemplo: Mombaça, Tauá, Senador Pompeu e Boa Viagem. 
Além do gasto a mais com transporte, os clientes tem enfrentado 
Ruas do centro comercial de Pedra Branca paradas 



Assim temos assistido os comércios e as ruas de Pedar Branca se esvaziando diariamente. Pois além dos clientes ao ir s cidades vizinhas,  os mesmo já realizam suas compras, onde tem encontrado o mercado muito mais competitivo e cheio de ofertas, visando atrair os visitantes. Além do medo de assaltos ao regressar ao município. 

Se os pedrabranquenses não se unirem, principalmente os comerciantes,  poder público e a própria população, a situação tende a se agravar.

Pois a rede bancária continua a faturar seus lucros, com empréstimos, seguros, entre outros serviços rentáveis as instituições financeiras.
E os pedrabranquenses estão na pior.  

Até quando vamos suportar?

Portal de Notícia CE

TV Portal