TV Portal

Carro-forte colide com VLT e deixa quatro feridos em Fortaleza

VLT colidiu em carro-forrte no Bairro Vila União (Foto: Almir Gadelha/TV Verdes Mares)
VLT colidiu em carro-forrte no Bairro Vila União (Foto: Almir Gadelha/TV Verdes Mares)
Fortaleza - Um carro-forte capotou depois de colidir com um trem na manhã desta segunda-feira (11), na Av. Luciano Carneiro, no bairro Vila União. O caso aconteceu por volta das 8h40, quando o carro estaria trafegando pela avenida quando foi atingido pelo trem do Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT).

Duas Ambulâncias do Samu foram acionadas ao local para resgatar as quatro pessoas que ficaram feridas no acidente. As vítimas eram seguranças da empresa responsável pelo carro-forte, cuja sede fica muito próxima ao local da colisão.

Segundo populares, o ruído causado pelo acidente foi ensurdecedor. "Eu moro aqui perto e ouvi um barulho muito grande. Quando olhei para cá, vi o fumaceiro", afirmou um morador da região.



De acordo com ele, era questão de tempo até algo do tipo acontecer. "Isso aí já estava previsto. Depois que botaram esse VLT para funcionar, não tem uma cancela adequada", alegou, afirmando que foi uma grande sorte por ter sido um carro reforçado, e que se fosse um carro pequeno, "tinha se desmanchado todo".

Outra moradora das proximidades reclama do mau funcionamento da cancela que regula a passagem de carros durante o tráfego do VLT. "A cancela aqui não baixa de jeito nenhum. Eu também já fui surpreendida pelo VLT. Quando a cancela baixa, demora bem 20 minutos para subir, a gente fica parado aqui à mercê dos ladrões".






O engenheiro responsável, Raugleson Batista, afirmou que a sinalização funciona bem e os motoristas devem ficar atentos. "Conforme o condutor (do VLT) nos informou, estava funcionando a sinalização audível, a sinalização semafórica. O braço de lá baixou, mas o de cá estava sem o braço. Embora a população afirme que tem mau funcionamento, isso não é verdade. O VLT começou a rodar há pouco tempo, e antes disso estava em antes e havia manutenção nas linhas", relatou.

Apesar das lesões, as vítimas permaneceram conscientes e foram transferidas, dois para o Instituto Dr. José Frota (IJF), e os outros dois para um hospital particular da Capital.

Conteúdo TV Diário