TV Portal

Ceará tem 31 cidades com agências bancárias sem funcionamento após ataques criminosos

Agência  Banco do Brasil de Pedar Branca tem um ano sem funcionamento  ( Foto Arquivo Portal )


Dezoito agências bancárias do Ceará estão fechadas devido a explosões causados por criminosos, de acordo com balanço divulgado nesta terça-feira (29) pelo Sindicato dos Bancários. Outras 13 unidades funcionam parcialmente, sem os serviços de tesouraria. Os ataques prejudicam 200 trabalhadores e cerca de 750 mil clientes.
Neste ano, 44 agências foram atacadas no Ceará; em alguns casos, os criminosos usam explosivos e destroem parcial ou completamente o banco. O caso mais recente ocorreu na madrugada desta terça, em Lavras da Mangabeira.
Ainda de acordo com o sindicato, em algumas cidades que ficaram sem agências bancárias os clientes têm que se deslocar até o município vizinho. 

As cidades com agências destruídas são:
  1. ·                   Antonina do Norte
  2. ·                   Assaré
  3. ·                   Nova Olinda
  4. ·                   Saboeiro
  5. ·                   Catunda
  6. ·                   Madalena
  7. ·                   Pedra Branca
  8. ·                   Cedro
  9. ·                   Missão Velha
  10. ·                   Pereiro
  11. ·                   Capistrano
  12. ·                   Milhã
  13. ·                   Redenção
  14. ·                   Senador Pompeu
  15. ·                   Hidrolândia
  16. ·                   Ipueiras
  17. ·                   Tejuçuoca
  18. ·                   Aiuaba
  19. ·                   Araripe
  20. ·                   Carius
  21. ·                   Independência
  22. ·                   Monsenhor Tabosa
  23. ·                   Novo Oriente
  24. ·                   Icapuí
  25. ·                   Jaguaretama
  26. ·                   Jaguaruana
  27. ·                   Barreira
  28. ·                   Chorozinho
  29. ·                   Itapiúna
  30. ·                   São João do Jaguaribe
  31. ·                   Lavras da Mangabeira
Agência do Banco do Bradesco  de Pedar Branca depois do ataque no dia 02 de março deste ano.

No caso de Pedra Branca, as duas agências da cidade, Banco do Brasil e Bradesco, estão fechadas. 
A população recorre a agência lotérica e caixas expressos
A prefeitura do município disponibilizou prédios, onde as duas agências estão realizando atendimento na área administrativa. 
Os funcionários estão trabalhando em cidades vizinhas e em alguns casos têm que se deslocar por até 100 quilômetros.

"Já mantivemos audiência com o governador Camilo Santana, cobrando segurança para a população e bancários. Algumas medidas foram tomadas pelo Governo, como a criação do Cotar, Batalhão de Fronteira, Ciopaer para o Cariri e Sobral, mas infelizmente os bandidos continuam sitiando as cidades, invadindo quartéis e delegacias, e explodindo agências no interior", disse Bosco Mota, diretor do sindicato

Matéria do G1