TV Portal

Caso Dandara: juíza ouve testemunhas do processo no Fórum de Fortaleza

A juíza Danielle Pontes de Arruda Pinheiro, titular da 1ª Vara do Júri do Fórum Clóvis Beviláqua, ouviu, até as 17h40 desta quinta-feira (10/08), cinco testemunhas de acusação da ação penal relativa à morte da travesti Dandara dos Santos. A magistrada ainda deve ouvir testemunhas de defesa. A acusação é patrocinada pelo promotor de Justiça Marcus Renan Palácio de Moraes e pelo assistente de acusação Hélio Leitão. A oitiva, que teve início às 14h de hoje, ainda está ocorrendo no Fórum Clóvis Beviláqua.
Os réus foram denunciados por homicídio quadruplamente qualificado, por motivo torpe (por ser alimentado por preconceito e homofobia), motivo fútil (pois os acusados acreditavam que Dandara estava cometendo pequenos furtos na região, onde eles praticam tráfico de drogas), meio cruel e com uso de recurso que tornou impossível a defesa da vítima. Além disso, a denúncia incluiu também o crime de corrupção de menores.
Assessoria do TJCE