Secretário de Segurança do Ceará participa de evento de Segurança Pública na Colômbia



O secretário da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), André Costa, participa, nesta semana, do Medellín Lab – Cidades Inclusivas, Seguras e Resistentes, na Colômbia. O objetivo do evento, que iniciou na ultima segunda-feira (29) e segue até hoje 02 de junho, é mostrar a experiência da cidade colombiana, que investiu em políticas públicas de Segurança Pública e em outras áreas, como esporte, lazer e urbanismo, visando o combate à criminalidade. De acordo com o gestor da SSPDS, “é uma forma de conhecer a realidade do país, e a partir destas práticas exitosas, trazer estratégias que contribuirão para traçar ações no Estado do Ceará”.

Por ter reduzido seus índices de homicídios, que eram de 321,2 para cada 100 mil habitantes, em 1990; para 18,9 em 2017, Medellin se tornou um laboratório de ações positivas, que serve de espelho para outras cidades do mundo. O evento, que é patrocinado pelo Banco Mundial, pela Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (Usaid) e pela Prefeitura de Medellín, conta com profissionais, pesquisadores e líderes mundiais de mais 30 países. Além do secretário da Segurança, André Costa, participam do evento o comandante do policiamento da Unidade Integrada de Segurança 1 (Uniseg 1), Capitão Messias Mendes, e o secretário chefe do Gabinete da Vice Governadoria, Fernando Oliveira.

Por meio de visitas realizadas aos locais, onde eram registradas as maiores taxas de criminalidade, os participantes conhecem os três pilares que foram fundamentais para que Medellin alcançasse resultados positivos. O primeiro é destacado pela ocupação de territórios, com a presença de equipamentos públicos e iniciativas governamentais, que configuram ações de prevenção a violência. O segundo ponto trata-se do fortalecimento de instituições que integram o Sistema de Segurança. E por fim, a terceira vertente é descrita como um trabalho voltado para a ressocialização, no intuito de evitar reincidências de crimes. 

Além da política de Segurança Pública, a Colômbia também investiu em uma cultura contínua e voltada para o fortalecimento da moral e do respeito mútuo; além da melhoria de vida, principalmente nas comunidades que precisavam de maior atenção do Poder Público. “O aperfeiçoamento na Segurança Pública não se faz apenas com polícia, mas também com a mudança da realidade dos cidadãos. De forma que todos se sintam assistidos pelo Governo”, completa André Costa. 

Fonte: SSPDS

TV Portal