TV Portal

Pedra Branca - Policia Militar realiza prisão e registra incêndio criminoso em Mineirolândia

Foto Arquivo Portal 

APREENSÃO DE ARMA DE FOGO E MATERIAIS BÉLICOS, LEI MARIA DA PENHA E ABUSO DE MENOR


No final da manhã desta terça-feira (13)  por volta das 11h30min, a composição de serviço do 1º Pelotão PM de Pedra Branca foi acionada para averiguar uma denúncia de abuso infantil e violência doméstica na localidade de Olho D’água de Fora, zona rural deste município, cujo acusado é o pai, F. A. B., casado, agricultor, 61 anos.

A  vítima já havia comparecido à delegacia de polícia com a mãe para formalizar a denúncia, que ao chegar à 

residência do acusado a composição policial  realizou abordagem, que dentro da residência do mesmo foram encontrados os seguintes materiais: 01 (uma) espingarda calibre 36, com numeração suprimida; 03 (três) espingardas do tipo artesanalsocadeira”; 14 (catorze) cartuchos calibre 36, 10 (dez) intactos e 04 (quatro) deflagrados; 02 (dois) tubos de pólvora preta, pólvora para espingarda de cartucho e espoletas, além de pequenas quantidades de pólvora rosa, pólvora verde e de chumbo; que ao acusado foi dada voz de prisão sendo o mesmo conduzido para a delegacia de polícia para os procedimentos cabíveis.



INCÊNDIO CRIMINOSO E DANOS MATERIAIS

Já na noite por volta das 21h, a composição de serviço do 1º Pelotão PM de Pedra Branca, foi acionada para atender a uma ocorrência de crime de incêndio com danos materiais a terceiros, no distrito de Mineirolândia, na Rua Padre Jessé de Oliveira,  bairro Bela Vista.

Onde duas pessoas estavam em uma bebedeira um filho da dona da casa, conhecido como   Adriano  40 anos, que reside com sua mãe uma aposentada.

Adriano bebia com a pessoa conhecida por Ronildo  que este veio a dormir na calçada após ingerir bastante bebida alcoólica.
Adriano teria subtraído a quantia de R$95,00 da carteira do mesmo, que ao acordar Ronildo se deu conta do fato, e enfurecido foi tomar satisfação com Adriano, este havia se evadido de casa sem paradeiro certo.

Ronildo invadiu a casa de Adriano e colocou geladeira, fogão, cama, colchão e a porta da casa no meio da rua, logo em seguida tocou fogo neste material.
A composição policial realizou deslocamento ao endereço para tomar as providências cabíveis, mas Ronildo já havia se evadido do local, que os policiais militares realizaram diligência para capturar o acusado, sem êxito.

A dona da casa foi orientada a comparecer à delegacia de polícia para prestar a queixa-crime.

Portal de Notícia CE com informações do Copom