TV Portal

Pescadores pegam peixes com mais de 20 quilos no município de Banabuiú


Mesmo próximo do seu mais crítico nível hídrico, o terceiro maior açude do Ceará, o Arrojado Lisboa, em Banabuiú, com capacidade para 1,6 bilhões de m³ ainda é motivo de alegria, pelo menos para pescadores. Neste fim de semana quatro deles pescaram tambaquis com pesos de até 22 quilos.
O administrador do açude construído e mantido pelo Departamento Nacional de Obras Contra a Seca (Dnocs), Ariston Queiroz, confirma não se tratar de história de pescador. Foram quatro peixesdois deles com 22 quilos, outro com 20 e o último com 19.
Ariston Queiroz acrescentou que os peixes foram pescados com anzol, no riacho do Pintado, no extremo oposto a montante do açude. Totalizando 83 quilos, três dos quatro peixes, os mais pesados, foram vendidos a R$ 8,50 o quilo. O menos pesado, de 19 quilos, aguarda comprador. O peso médio de um espécime adulto é 1 quilo.
Apesar de o Arrojado Lisboa estar apenas com 0,77% do seu volume, o equivalente a 1,2 milhões de m³, passado o período do defeso alguns pescadores voltaram para a água. Josenildo Gonçalves da Silva, conhecido como “Dadá”, é um deles. Usando a rede, esta conseguindo pescar tilápias de 250 gramas. Mas o pescado não chega aos 50 quilos por dia. É o suficiente apenas para a família não passar fome.
Como a carne do tilápia é preferencia da maioria dos consumidores mesmo tão pequenos ainda consegue fazer venda de R$ 4,00 o quilo. Entretanto, é preciso agir rápido porque com o açude secando a cada dia e sem perspectiva de mais chuvas, o oxigênio da água vai acabando e os peixes morrendo, comenta.

Conteúdo: Blog Sertão Central/Diário do Nordeste