TV Portal

No congresso estadual do PT, Camilo não declara apoio para 2018, mas faz defesa de Lula

Em participação curta no 6° Congresso Estadual do PT no Ceará na manhã deste sábado, 6, o governador Camilo Santana (PT) fez um discurso pautado na defesa da unidade da legenda e no apoio ao ex-presidente Lula. “O Lula é a maior liderança política desse País, tem uma história, fez um grande trabalho no País, principalmente para os mais pobres”, afirmou.
Pré-candidato à reeleição, a situação de Camilo do PT permanece uma incógnita desde que ele admitiu defesa da candidatura do aliado Ciro Gomes (PDT), ex-ministro, à presidência da República frente à escolha do partido ao nome de Lula. Questionado novamente sobre sua posição em 2018, se apoiaria Lula ou Ciro, o governador preferiu não comentar o assunto, afirmando que será só no “próximo ano” e que, agora, está focado em “governar o Ceará”.
Recepcionado com o coro de “Brasil urgente, Lula presidente”, o próprio governador fez uma homenagem a ele ao final da sua fala, lamentando a “perseguição” que ele tem enfrentado, com denúncias recorrentes de escândalos de corrupção. “Não sei como ele está aguentando tudo isso, com a idade que ele tem, mas acredito na Justiça desse País, no nosso povo e na democracia”. Ao final do discurso, ouviu dos militantes novo coro, de “2018 é Lula lá e Camilo cá”.
Embora a possibilidade de saída do PT ainda não tenha sido desmentida pelo governador, ele tentou consolidar o vínculo com o partido na sua fala. “A gente tem, nós do PT, e eu porque sou petista, temos que ter orgulho do Governo do Ceará”, afirmou. Camilo atribuiu os resultados positivos da educação do Ceará ao “esforço dos professores, alunos e pais”, mas também ao investimento em políticas públicas do “maior presidente deste País, Luis Inácio Lula da Silva”.
O Povo Online