TV Portal

Divisão de Combate ao Tráfico de Drogas do Ceará prendeu quadrilha que agia em três estado

Mais de 600 pontos de LSD e outras drogas são apreendidos com grupo interestadual em ação da DCTD
Fotos Divulgação Polícia Civil

Mais de 600 pontos de LSD, comprimidos de ecstasy e cerca de dez quilos de maconha e cocaína foram apreendidos, em uma ação desencadeada pela Divisão de Combate ao Tráfico de Drogas (DCTD) da Polícia Civil do Estado do Ceará, na última sexta-feira (12). Todo o material ilícito estava na posse de um grupo interestadual atuante entre os Estados do Paraná, Pará e Ceará. Parte da droga serviria para abastecer festas que ocorreriam em Fortaleza, nesse fim de semana. 

O primeiro suspeito localizado, por policiais civis da especializada, foi o paraense Gustavo Collyer de Santa Brígida (28) – sem antecedentes. O homem foi identificado na Praia do Futuro – Área Integrada de Segurança 10 (AIS 10) e estava hospedado em um uma pousada na mesma região. Gustavo era investigado pela Polícia Civil, por transitar entre o seu Estado de origem e o Ceará, realizando o tráfico de drogas interestadual. No local, onde o suspeito estava instalado, os agentes de segurança apreenderam diversas cartelas de LSD, totalizando 621 pontos da droga, além de materiais que eram utilizados para o consumo dos entorpecentes. 




Com Gustavo, os policiais prenderam Camilo Josino (28) – com antecedente criminal por lesão corpora dolosa - que tentou se evadir durante a abordagem, mas foi capturado pela equipe de policiais. O homem também era investigado, pela DCTD, por ser o responsável por efetuar as entregas das drogas pela cidade. Na casa dele, situada no bairro Joaquim Távora (AIS 10), os agentes de segurança apreenderam diversos tabletes de maconha, pensando nove quilos e 900 gramas. A terceira pessoa presa se trata de Wallace Bruno Lobão Mendes (28), também oriunda do Estado do Pará, e que seria partícipe responsável pela venda de ecstasy. Ele foi preso no bairro Aldeota (AIS 01) e estava em posse de 38 comprimidos da droga. 

Por fim, os policiais civis chegaram a Suyene Alves da Silva (32) – que responde a um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) por contravenção penal – e era incumbida de guardar os materiais ilícitos do esquema criminoso. Diligenciando até o imóvel onde a mulher residia, no bairro Cidade 2000 (AIS 10), a Polícia Civil apreendeu 43 comprimidos de ecstasy e trouxinhas de cocaína. Todo o material e os suspeitos foram conduzidos para a sede da DCTD, onde foram autuados em flagrante por tráfico de drogas e associação para o tráfico. Camilo Josino também foi autuado pelo crime de resistência.


Fonte: SSPDS