TV Portal

"Mata-se um hoje e deixa o outro amarrado para matar amanhã” Assim é o Ceará




 
A onda de violência está desenfreadas no estado do Ceará, as tentativas do governo do estado de conter esta onda através de programas e ações  tem falhado.
O programa de interiorização do  BPRaio, que tem sido a "menina dos olhos" do governador,  não tem atingido as expectativas dos municípios.

Em Quixadá região central do estado, onde foi instalado o Batalhão do Raio no ano de 2016, que atende toda a região, a violência aumenta a cada dia, furtos, roubos, assassinatos, entre outros crimes.
Somente nos oito primeiros dias de fevereiro, segundo pesquisa feita por nossa redação, foi registrado três homicídios e pelo menos duas tentativas.
A última ocorreu na tarde de ontem (08), no bairro Campo Novo, onde um menor foi alvejado por disparos, no momento que uma dupla em uma motocicleta tentavam assassinar seu amigo que se encontra ao lado.
A vítima foi socorrida para o hospital.

As outras cidades da região não tem sido diferente.
Pedra Branca, não são os homicídios que amedrontam a população, e sim os assaltos, principalmente na zona rural, onde tem ocorrido assaltos diversos, motos estão sendo tomadas, caminhoneiros sendo assaltado, entre outros.

O números do aumento da violência foram divulgado pelo novo Secretário de Segurança do estado, delegado federal André Costa.
Somente em janeiro deste ano, foram registrados 349 assassinatos no estado,  8% a mais que no mesmo período do ano passado,  quando ocorreu  323 homicídios. O que dá 11 mortes por dia.
Aí onde entra aquela frase bastante conhecida dos cearenses. "Mata-se um hoje e deixa o outro amarrado para matar amanhã”. ou será, Mata-se um agora e deixa 10 amarrado para matar mais tarde.

Portal de Notícia CE