Governador do Ceará é recebido pelo papa Francisco no Vaticano

Durante o encontro, Camilo Santana falou sobre o Ceará, agradeceu pela reconciliação de padre Cícero com a Igreja e pediu a beatificação...

Balanço aponta 347 homicídios no Ceará em janeiro de 2017, média de 11 assassinatos por dia



Dezenas de pessoas são mortas no Ceará por envolvimento com o tráfico de drogas


O mês de janeiro de 2017 terminou com números trágicos para a Segurança Pública do Ceará. Em apenas 31 dias, nada menos, que 347 pessoas foram assassinadas em todo o estado, numa média de 11 homicídios por dia. Somente em Fortaleza, foram registrados 120 casos de Crimes Violentos, Letais e Intencionais, que compreendem homicídios, latrocínios (roubos seguidos de morte) e lesões corporais seguidas de morte. O balanço foi feito pelo site cearanews7.com com base no acompanhamento diário dos casos de homicídios no Ceará. A estatística oficial do governo não foi ainda divulgada, o que deve ocorrer nos próximos dias.

Além dos 120 casos registrados na Capital, foram contabilizados mais 89 assassinatos nos municípios que compõem a Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), 43 no Interior Norte e mais 95 no Interior Sul. Na RMF, o Município de Maracanaú foi o mais violento, com 23 casos de assassinatos, seguido de Caucaia com 19 e Aquiraz, com 10. No somatório, a Grande Fortaleza (Capital mais RMF) registrou 209 homicídios.

Números

Das 347 vítimas dos assassinatos, 337 eram do sexo masculino e outras 10 do sexo feminino. Também em janeiro, 32 adolescentes foram mortos no Ceará, numa média de um à cada dia. Além disso, 19 pessoas foram mortas por intervenção policial, isto é, tombaram em troca de tiros com a Polícia.

Entre as vítimas, estão também 14 pessoas mortas em casos de latrocínios (roubos seguidos de morte), nos seguintes Municípios: Fortaleza (5 casos, nos bairros Centro, Mondubim, José Walter, São Gerardo e Henrique Jorge), Horizonte (2 casos), Caucaia, Maracanaú, Ocara, Potengi, Santana do Acaraú, Barreira e Icó.

Policiais mortos

Dois policiais foram mortos em janeiro no Ceará. No dia 13, o sargento reformado da PM, José Figueiredo Dantas, 60 anos, foi assassinado, a tiros, no Município de Milagres (a 494Km de Fortaleza), em meio a duplo homicídio que teve como segunda vítima o jovem Diego Augusto Dantas, sobrinho do militar.

Já no último dia 27, o cabo da Ativa da PM, Francisco Arlindo da Silva Vieira Filho foi morto numa tentativa de assalto no bairro Henrique Jorge, em Fortaleza.

 

Por FERNANDO RIBEIRO

TV Portal