TV Portal

Sertão Central - Mesmo com chuvas irregulares agricultores trabalham com esperança em um bom inverno

Basto Alexandre, 79 anos, cuidando do feijão plantado nas chuvas de Dezembro. (Foto Vando Carlos)

Após cinco anos consecutivos de estiagem, mais uma vez os agricultores do interior do estado depositam suas esperanças em um bom inverno.
Apesar das chuvas irregulares que vem atingindo o estado, principalmente o Sertão Central, alguns agricultores já iniciaram o plantio de 2017.
Nossa reportagem visitou nesta terça -feira (24), um agricultor de Pedra Branca, o Sr. Basto Alexandre, 79 anos, residente no bairro Santa Maria.
Mesmo residindo na zona urbana do município, e os ultima anos consecutivo de seca, não deixa de plantar, assim como sempre fez na região do Fundão dos Alexandre, zona rural pedrabranquense, antes de residir na sede. Sempre plantando milho e feijão, e esperando em Deus um bom inverno.
Seu Basto está com esperança de um bom período chuvoso neste ano, inclusive plantou suas primeira sementes de feijão, ainda no mês de Dezembro, quando caiu as primeiras chuvas no solo.


No roçado vizinho encontramos o Senhor Bento de 83 anos, pai 4 filhos, também se encontra esperanço, apesar do tempo esta "lavrado", palavra usado por ele, para se referir a irregularidade das chuvas no município.
Bento mesmo com o avançar da idade, e aposentado, tem mais coragem e vitalidade que muitos jovens de 25 anos, mantendo seu roçado mesmo pequeno, onde segundo ele, é somente para ter o que comer verde.
É com esta esperança e um pouco de medo que o sertanejo aguarda as chuvas, para produzir e principalmente armazenar água, o principal problema dos cearenses nos dias de hoje. Onde dos 153 açudes monitorado pela Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh), 136  estão com o volume inferior a
 30%.
As chuvas que tem caído neste mês de janeiro foram muito irregular, ainda insuficiente para
combater os efeito da longa estiagem.



Prognóstico da Funceme
A Funceme prevê maior probabilidade das chuvas serem dentro da media histórica em 2017.
Prognóstico foi divulgado no último dia  18 de janeiro, pela Fundação Cearense de Meteorologia (Funceme).  Depois de cinco anos de seca, a probabilidade de chuvas dentro da média histórica é de 40% para os meses de  fevereiro, março e abril. Porém  há 30% de probabilidade de ser abaixo da média,  e 30% de ser acima da média.Segundo o órgão o  cenário inspira cuidados e continuidades nas ações de segurança hídrica
Portal de Notícia CE